Bolsas

Câmbio

7 startups que a Apple comprou neste ano e o que elas fazem

SÃO PAULO – A Apple é uma empresa inovadora em muitos sentidos: ela foi responsável por lançar dispositivos inéditos, tecnologias nunca vistas antes e também por criar novos usos para esses dispositivos.

Apesar disso, nem toda a tecnologia necessária para essas criações é da própria Apple. Em muitos casos, o que aconteceu foi que a empresa comprou startups e outras companhias que tinham determinadas tecnologias como produto e, com isso, passou a incorpora-las em suas criações.

Somente neste ano, a Apple comprou cerca de nove startups. Como conta o Business Insider, as empresas adquiridas pela gigante podem indicar algumas de suas ambições futuras, dependendo do serviço que as pequenas empresas oferecem.

Confira, abaixo, a seleção de algumas que foram compradas neste ano:

Flyby Media
A startup desenvolve a tecnologia de realidade aumentada para dispositivos móveis, permitindo, entre outras coisas, que os usuários conectem o mundo físico com o mundo real – tal como az o jogo Pokémon Go. Ela foi comprada em janeiro deste ano.

Emotient
Também adquirida em janeiro deste ano, a startup utiliza a tecnologia de inteligência artificial para "ler" as emoções das pessoas em tempo real e a qualquer momento através da câmera do celular. Ela cria "padrões" de expressão facial para cada emoção e conseguem identifica-los em outras pessoas.

LearnSprout
Nos Estados Unidos, mais de 2.500 escolas já utilizam a startup, que cria softwares que permitem que professores e diretores de colégios analisem o desempenho dos alunos. A empresa também foi comprada em janeiro.

Mais da metade dos dispositivos vendidos para escolas norte-americanas usam o laptop do Google, Chromebook, o que faz com que a Apple fique para trás nesse mercado.

Turi
Essa é uma das compras mais recentes da Apple, feita em agosto deste ano por US$ 200 milhões. A Turi é uma startup que oferece as ferramentas e estrutura necessárias para que os desenvolvedores incorporem as tecnologias de inteligência artificial e machine learning em seus aplicativos.

Gliimpse
Os produtos da startup têm como foco colher informações médicas para criar um perfil rápido do paciente. Em seu site, ela descreve que "transforma registros médicos incompreensíveis em elementos padronizados e codificados".

Tuplejump
Adquirida em setembro, essa é uma companhia indiana que oferece a tecnologia de machine learning com o objetivo de simplificar o gerenciamento de dados e tornar seu processo de uso mais simples.

Indoor.io
A plataforma foi comprada em 2015 e tem como principal serviço o mapeamento de ambientes interiores, embora ela também consiga mapear estradas e outras rotas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos