IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

BTG Pactual sobe mais de 3% após lucro saltar para R$ 1 bilhão no 2º tri

13/08/2019 14h09

Depois de registrar um salto de 50,2% no lucro líquido recorrente do segundo trimestre, as ações do BTG Pactual (SA:BPAC11) operam com ganhos de 3,04% a 64,40 às 14:08 na bolsa paulista.

De acordo com o banco, o resultado foi puxado por ganhos de tesouraria e de investimentos proprietários, assim como por taxas de administração de fundos. O lucro líquido recorrente, que exclui itens extraordinários, subiu para R$ 1,029 bilhão, ante R$ 685 milhões um ano antes.

A receita total do BTG (SA:BPAC11) ficou em 2,181 bilhões de reais no segundo trimestre, 76% acima do mesmo período do ano anterior, principalmente por conta do resultado de tesouraria. Em um relatório, o banco informou que a receita da unidade de "sales&trading" cresceu devido ao desempenho de suas mesas de juros e ações e aumentou 232%, para 886,4 milhões de reais.

Um maior lucro do banco de varejo Banco Pan SA (SA:BPAN4) e os ganhos dos investimentos nas empresas de energia PetroAfrica e Eneva (SA:ENEV3) também contribuíram para o crescimento no lucro líquido do BTG (SA:BPAC11). O banco está atualmente reformulando seu negócio de varejo, com o objetivo de se tornar o sexto maior banco de varejo do Brasil no total de clientes, disse o novo sócio sênior Amos Genish em maio.

A receita com taxas de seus negócios de gestão de ativos e de fortunas também aumentou, à medida que o BTG (SA:BPAC11) continuou a atrair novos recursos de clientes. O BTG informou um retorno anualizado sobre o patrimônio líquido, uma medida de rentabilidade, de 20,6%, um aumento de 5,5 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior.

*Com Reuters

Mais Economia