PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ultrapar cai quase 7% após ver lucro cair para R$ 120,7 milhões no 2º trimestre

15/08/2019 13h50

A Ultrapar (SA:UGPA3) viu seu lucro cair praticamente à metade no segundo trimestre, refletindo a queda ou estagnação da receita de todas as suas principais linhas de negócios. Os papéis da companhia recuam 6,73% a R$ 17,19 às 13:49, a maior queda do Ibovespa..

O grupo, que reúne negócios nas áreas de distribuição de combustíveis, química e rede de drogarias, anunciou que teve lucro líquido de R$ 120,7 milhões no período, quase metade do apurado em igual período de 2018. O resultado também veio bem abaixo da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv para o período, de R$ 250,5 milhões.

O desempenho operacional do conglomerado medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou R$ 677,2 milhões de abril a junho, queda de 5,7% ano a ano e também menor do que os R$ 831,1 milhões da previsão média de analistas da Refinitiv.

Pressionada sobretudo pelo fraco desempenho da Ipiranga, a rede de postos de combustíveis que responde por mais de 80% da receita do grupo e que acusou o aumento da competição, a receita líquida do grupo encolheu 4% ano a ano, a 21,7 bilhões de reais.

A Ultrapar (SA:UGPA3) encerrou junho com dívida líquida de 8,1 bilhões de reais, ou 2,6 vezes o Ebitda ajustado, ante 8,6 bilhões no fim de março (2,65 vezes).

A Coinvalores destaca que mais uma vez a Ultrapar (SA:UGPA3) teve um resultado fraco. Na Ipiranga, o volume vendido foi 4% inferior ao 2T18 e ficou estagnado frente ao primeiro trimestre. Além disso, a maior participação de etanol no mix e a elevação dos custos e despesas manteve as margens sob pressão no período.

A Oxiteno, a Ultragaz e a Ultracargo também sofreram com redução na demanda, queda na cotação dos químicos no mercado internacional e elevação do frete no período. Além disso, será distribuído dividendos de R$ 0,20 por ação, com data ex no próximo dia 23 e pagamento em 30 de agosto. O yield é de apenas 1%.