PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ouro supera os US$ 1.500 com busca por porto seguro após ataques à Arábia Saudita

16/09/2019 17h37

O ouro voltou a superar os US$ 1.500 nesta segunda-feira (16), na esteira do maior rali do petróleo em três décadas, em uma semana de reunião do Federal Reserve.

Os futuros de ouro nos EUA para entrega em dezembro fecharam em alta de US$ 12, ou 0,8%, a US$ 1.511,50 por onça na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York.

O ouro subiu com a busca de ativos seguros após investidores se assustarem com os ataques às unidades de processamento de petróleo da Arábia Saudita, que levaram o WTI e o Brent aos maiores ganhos intradiários desde a Guerra do Golfo de 1991.

O ouro spot, reflexo de negociações em barras, também voltou a fechar acima do nível psicológico de US$ 1.500. Às 15h40, o ouro era negociado em alta de US$ 12,44, ou 0,8%, a US$ 1.501,18.

O Fed inicia sua reunião nesta terça-feira e deve anunciar taxas mais baixas na quarta-feira, junto com sua atualização de previsões da economia dos EUA. O Monitor do Fed do Investing.com mostra 65% de chance de o banco central reduzir as taxas em 25 pontos-base.

"Dado que o mercado está precificando cortes adicionais de 60 pb até o final de 2020, o guidance futuro será fundamental", disseram analistas da TD Securities em nota.