PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Frigoríficos voltam a se destacar como maiores altas do Ibovespa; entenda o motivo

25/09/2019 14h24

As ações dos frigoríficos que fazem parte do Ibovespa lideram, mais uma vez, os ganhos do índice no começo da parte da tarde desta quarta-feira, repetindo assim o que tem sido comum nos últimos dias, com notícias positivas e perspectivas de maiores exportações para países asiáticos, principalmente com o surto de gripe suína africana.

Com isso, por volta das 14h20, Marfrig (SA:MRFG3) avançava 3,09% a R$ 11,69, com JBS (SA:JBSS3) somando 0,67% a R$ 33,10 e BRF (SA:BRFS3) ganhando 1,91% a R$ 40,60. Já Minerva (SA:BEEF3) subia 1,01% a R$ 10,00.

Com a gripe africana, a China está comprando mais carne do mundo inteiro e as cotações da carne bovina, de frango e suína ao redor do planeta estão subindo, enquanto o gigante asiático tenta suprir as perdas em sua oferta doméstica causada.

No caso do Brasil, as exportações de frango para a China aumentaram 31% em relação ao ano passado e os preços domésticos de peito e coxa de frango aumentaram aproximadamente 16% no varejo.

Com isso, os consumidores europeus estão pagando em média 5% a mais por carne suína, porque a maior parte da carne produzida domesticamente está sendo enviada à China.

Nos EUA, os futuros de suínos, com vencimento em dezembro, subiram 4,5% este mês após oficiais chineses afirmarem que o país poderia excluir carne suína e outros produtos agrícolas norte-americanos de tarifas punitivas, embora o presidente Donald Trump, tenha afirmado na sexta-feira que o país não precisa de um acordo comercial completo com a China antes das eleições de 2020.

No final do mês passado, a Indonésia autorizou que dez frigoríficos brasileiros exportem carne bovina ao país. De acordo com o ministério da Agricultura, as unidades possuem um potencial de exportação de pelo menos 25 mil toneladas de produtos bovinos.

A autorização vem depois de a ministra Tereza Cristina ter negociado em maio com o ministro indonésio, Amran Sulaiman, como parte de um tour por países asiáticos em busca da abertura de novos mercados para os produtos agrícolas brasileiros.

Em 2018, a Indonésia importou cerca de 150 mil toneladas de carne bovina, com a Austrália representando cerca de 40% do volume, acrescentou a companhia.