PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Após máximas, Ibovespa cai com realização de lucro; Tupy dispara com aquisição

20/12/2019 11h21

O Ibovespa opera em leve queda nos primeiros negócios da sessão desta sexta-feira, após atingir nova máxima histórica e romper os 115 mil pontos no pregão anterior. O principal índice acionário brasileiro está em baixa de 0,25% a 114.834 pontos, claro movimento de realização de lucros uma realização de lucros após os recordes durante o rali de Natal. O dólar opera em leve alta de 0,05% a R$ 4,0715.

No noticiário corporativo, destaque para a Tupy (SA:TUPY3), cujas ações disparam quase 10% após aquisição de uma empresa italiana pertencente ao grupo FCA.

O último dia útil para os negócios em 2019 é marcado por uma agenda lotada de indicadores. ""A agenda econômica tem como destaques no exterior a 3o e última prévia do PIB do 3T19, confiança do consumidor, inflação, todos nos EUA", afirmam analistas da Mirae Asset em relatório enviado a clientes. O PIB americano do período foi de 2,1%, sem revisão.

No Brasil, foram divulgados dados de inflação da primeira quinzena de dezembro e de transações correntes. "A sequência de indicadores econômicos positivos no Brasil continua animando os investidores locais, o que se reflete no comportamento do Ibovespa", avalia a Mirae Asset, especificamente o dado de criação de empregos formais em novembro, que foi de 99.232 vagas, segundo o Caged.

IPCA-15

A prévia da inflação oficial brasileira acelerou com força em dezembro sob o peso dos preços das carnes e registrou o maior nível para o mês em quatro anos, mas ainda assim indica que a alta dos preços terminará 2019 abaixo do centro da meta pela terceira vez seguida.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) subiu 1,05% em dezembro, de 0,14% no mês anterior, segundo os dados informados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este é o nível mais alto para o indicador desde junho de 2018 (1,11%) e o mais forte para o mês de dezembro desde 2015 (1,18%).

Nos 12 meses até dezembro, o IPCA-15 acumulou alta de 3,91%, ante 2,67% em novembro, sinalizando que a inflação brasileira medida pelo IPCA terminará o ano pela terceira vez seguida abaixo do centro da meta oficial, de 4,25% com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos. Uma forte aceleração era esperada, mas os resultados também ficaram acima das expectativas em pesquisa da Reuters de alta de 0,95% no mês e 3,80% em 12 meses, na mediana das projeções.

Os preços das carnes exerceram o maior peso individual no IPCA-15 de dezembro, com alta de 17,71% e impacto de 0,48 ponto. Com isso o grupo Alimentação e bebidas apresentou a maior variação ao subir 2,59%, de alta de 0,06% em novembro.

Diante do cenário de inflação fraca, o Banco Central reduziu no início do mês a taxa básica de juros Selic em 0,5 ponto pela quarta vez consecutiva, à nova mínima histórica de 4,5%. Mas indicou cautela em relação aos juros dali para frente em meio a uma retomada econômica com mais ímpeto.

Contratos de juros futuros projetavam na quarta-fira elevação perto de 1 ponto percentual da Selic ao longo de 2020. O BC também passou a ver menos riscos baixistas para a inflação, ao passo que elevou suas projeções para o IPCA neste ano, deixando-o mais perto da meta oficiais

Política

As notícias negativas ao presidente Jair Bolsonaro não afetaram o desempenho do mercado acionário. Durante esta semana, ex-assessores do filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), foram alvo de buscas e apreensões resultante de investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). A mais recente notícia é que o MP-RJ acusa o senador de ter lavado cerca de R$ 2 milhões por meio de empresas e imóveis.

Senador nega as acusações, atacando o juiz do caso e o MP. O presidente Bolsonaro disse que não responde pelos atos dos filhos e responsabilizou a operação como obra política do governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC).

Advogados de defesa entraram com habeas corpus no Supremo Tribunal Federal para tentar parar novamente o inquérito. O caso está nas mãos do ministro Gilmar Mendes.

Rodrigo Maia

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) demonstrou contrariedade a duas medidas do governo. Na primeira, ameaçou retardar o avanço das pautas do governo caso o presidente Bolsonaro vetasse o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões aprovado no Orçamento de 2020. Durante a live exibida ontem, o Bolsonaro falou que não iria vetar a medida pois não gostaria de ser processado por crime de responsabilidade.

Em relação ao retorno à CPMF – ou imposto sobre transações digitais, como prefere chamar a equipe econômica, o presidente da Câmara disse que na Casa o projeto de lei não avança.

Neoenergia

Os papéis da Neoenergia operam estáveis, com leve alta de 0,04% a R$ 23,91. A empresa disse nesta quinta-feira que concluiu a construção do projeto de transmissão de energia EKTT 13, uma subestação no Estado de São Paulo, 14 meses antes do prazo e com orçamento 38% abaixo dos 141 milhões de reais estimados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a obra.

Além disso, A companhia teve aprovados junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) três contratos de financiamento, no valor total de 2,45 bilhões de reais.

Copasa (SA:CSMG3)

As ações da Copasa (SA:CSMG3) operam em queda de 1% a R$ 64,35. A companhia de saneamento de Minas Gerais, vai investir R$ 1,25 bilhão por ano, entre 2021 e 2024. A maior fatia, R$ 800 milhões, irá para a expansão e manutenção da rede de água e esgoto. Além disso, a empresa acrescentou que investiu um total de R$ 853,3 milhões neste ano.

Tupy (SA:TUPY3)

A companhia fabricante de peças e componentes fundidos de ferro Tupy (SA:TUPY3) anunciou a aquisição de todo o negócio de fundição de ferro da empresa italiana Teksid, que pertence ao grupo automotivo italiano Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Os papéis da brasileira disparam 9,76% R$ 23,28.

A compra foi de quase R$ 1 bilhão (210 milhões de euros), com previsão de conclusão até o fim do primeiro de semestre do ano que vem, após avaliação das autoridades antitruste. O negócio envolve áreas produtivas no Brasil, México, Portugal e Polônia. O pacote também inclui uma joint-venture na China, um centro de engenharia na Itália e um escritório comercial nos EUA.

A Tupy (SA:TUPY3) pertence ao BNDESPar e pelo fundo de pensão Previ.

CCR (SA:CCRO3) e Ecorodovias (SA:ECOR3)

As ações da empresa de concessões de infraestrutura CCR (SA:CCRO3) operam com importante queda. A companhia afirmou na véspera que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) decidiu reduzir em 5,26% a tarifa de pedágio de todas as praças na Via Dutra, principal ligação rodoviária entre São Paulo e Rio de Janeiro, cuja concessão é detida por sua controlada NovaDutra. Desta forma, os papéis recuam 1,90% a R$ 18,64.

Já a Ecorodovias (SA:ECOR3) informou em comunicado nesta sexta-feira que assinou contrato de concessão com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para explorar trecho da BR-364/365/GO/MG por 30 anos. O contrato contempla o trecho entre o entroncamento com a BR-060(A) (Jataí/GO) e o entroncamento com a LMG-479 (Contorno Oeste de Uberlândia/MG), totalizando 437 quilômetros.

Trata-se de uma rota importante para o escoamento de grãos e para o abastecimento regional, com predomínio de veículos pesados, afirmou o diretor financeiro da empresa, Marcello Guidotti, no comunicado. A empresa também informou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de longo prazo de sua controlada Eco135 no valor de 996 milhões de reais para a realização de obras e aquisição de equipamentos.

As ações da Ecorodovias (SA:ECOR3) operam em queda de 1,19% a R$ 15,77.

Magazine Luiza (SA:MGLU3)

As ações da Magazine Luiza (SA:MGLU3) operam em queda de 0,45% a R$ 48,40. A companhia recebeu aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para comprar a Estante Virtual do Grupo Cultura, segundo publicação do Diário Oficial da União nesta sexta-feira.

A Estante Virtual, um marketplace de livros novos e usados, será vendida por meio de processo competitivo no âmbito da recuperação judicial do Grupo Cultura. O negócio representa uma oportunidade de expansão dos negócios da Magazine Luiza (SA:MGLU3) no comércio varejista eletrônico, e uma boa oportunidade de capitalização para a Estante Virtual, informaram as empresas, segundo o Cade. Não foi revelado o valor da operação.

Embraer (SA:EMBR3)

Os papéis da Embraer (SA:EMBR3) caem 0,26% a R$ 19,24. A empresa anunciou nesta quinta-feira que assinou acordo para estudar em conjunto com a Força Aérea Brasileira (FAB) o desenvolvimento de uma aeronave leve de transporte militar.

O projeto tem como foco principal aplicações na região amazônica, marcada por "pistas extremamente curtas, estreitas, não pavimentadas, desprovidas de infraestrutura e em localidades remotas".

O anúncio ocorre em meio aos esforços da companhia para venda do cargueiro KC-390, maior aeronave já desenvolvida no Brasil, que também foi projetada em parceria com a FAB.

*Com Reuters