Bolsas

Câmbio

Empresas se comprometem a simplificar rotulagem de datas de validade em alimentos em todo o mundo até 2020, reduzindo o desperdício de alimentos

Consumer Goods Forum

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

NOVA YORK, 20 de setembro de 2017 /PRNewswire/ -- "Vender até", "Consumir até", "Expor até", "Melhor antes de" -- o que significa isso? Os consumidores no mundo veem uma variedade de rótulos com datas em produtos alimentícios e a confusão resultante custa às famílias até $ 29 bilhões anualmente apenas nos Estados Unidos. O Fórum de Bens de Consumo (CGF -- The Consumer Goods Forum), uma rede de 400 das maiores empresas de bens de consumo em 70 países, e a Champions 12.3 aprovaram uma "Chamada à Ação" para padronizar a rotulagem de datas de validade em alimentos em todo o mundo, até 2020.

(Logo: http://mma.prnewswire.com/media/556222/The_Consumer_Goods_Forum_Logo.jpg )

O Conselho de Administração do CGF adotou, por unanimidade, a Chamada à Ação para simplificar a rotulagem de datas, incluindo empresas como Tesco, Kellogg, Walmart, Campbell Soup, Bimbo, Pick n Pay, Nestlé, Carrefour e Unilever. A Chamada à Ação diz que os varejistas e produtores de alimentos devem tomar três medidas importantes para simplificar a rotulagem de datas e reduzir o desperdício de alimentos até 2020.

Apenas um rótulo por vez; Escolha de dois rótulos: uma data de validade (expiração) de produtos perecíveis (ex.: "Consumir até") e um indicador de qualidade do alimento para produtos não perecíveis (ex.: "Melhor se consumido até"); as palavras exatas serão definidas dentro de contextos regionais; Educar o consumidor para entender melhor o que significam as datas no rótulo. O anúncio expande os esforços nacionais para racionalizar a rotulagem de datas nos Estados Unidos, Reino Unido e Japão para o resto do mundo.

Além dos rótulos nos produtos, a Chamada à Ação recomenda às empresas fazer parcerias com organizações sem fins lucrativos e órgãos governamentais para ensinar os consumidores a interpretar as datas nos rótulos. Os esforços educacionais podem incluir mostradores em lojas, materiais na Internet e anúncios de serviço público. Muitos consumidores não sabem, por exemplo, que muitos produtos podem ser consumidos com segurança após a data da recomendação "Melhor se consumido até".

"Há quatro anos, a Tesco foi uma das primeiras varejistas a implementar um código único de datas de validade em seus produtos frescos e nas carnes. Todas as evidências da WRAP e a própria pesquisa da Tesco mostraram que a racionalização de códigos de datas ajuda os consumidores a desperdiçar menos os alimentos e também a reduzir o desperdício em nossas próprias operações. É por isso que é tão importante estender essa prática a mais empresas em todos os países. Racionalizar a rotulagem de datas de validade no mundo até 2020 pode ser uma medida transformadora na luta contra o desperdício de alimentos globalmente", disse o GCE (Group Chief Executive) da Tesco e presidente da Champions 12.3, Dave Lewis.

"A Kellogg Company está trabalhando para reduzir a perda e o desperdício de alimentos na produção e nas cadeias de suprimento e nós queremos encorajar os consumidores a também fazer parte da solução. Na condição de uma empresa de alimentos global, trabalhamos para reduzir a fome, melhorar a nutrição e proteger o planeta", disse a vice-presidente sênior da Kellogg Company e presidente da Kellogg Latin America, Maria Fernanda Mejia. "Simplificar a rotulagem das datas de validade dos alimentos é uma medida importante para acabar com o desperdício de alimentos e isso irá ajudar a pôr um fim na confusão relacionada a datas para 'vender até'. A Kellogg é uma defensora entusiasta de padrões de rotulagem de alimentos melhorados e harmonizados, para ajudar a educar e a capacitar os consumidores, para eliminar o desperdício de alimentos, economizar o dinheiro das famílias e conservar os recursos para proteger nosso planeta".

"O Walmart vem trabalhando com suas fornecedoras para apoiar o uso de rótulos de datas padronizados, que forneçam informações consistentes e transparentes para refletir melhor o prazo de validade dos produtos", disse a diretora de Sustentabilidade do Walmart, Katherine Neebe. "Eu louvo o CGF por utilizar sua influência para apoiar as práticas de rotulagem amigáveis ao consumidor".

Cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos é perdida ou desperdiçada todos os anos no mundo. Uma família comum com crianças no Reino Unido gasta £ 700 por ano em alimentos que acabam jogados fora. Nos Estados Unidos, esse gasto é de $ 1.500. Padronizar a rotulagem de datas de validade dos alimentos é uma maneira simples e eficaz de reduzir a quantidade de alimentos comestíveis que é jogada fora pelas famílias, economizando dinheiro e reduzindo a pegada ambiental. A perda e o desperdício de alimentos contribuem altamente para a mudança do clima, emitindo 8% dos gases do efeito estufa anualmente.

"Agora, mais do que nunca, está na hora de as empresas exercerem um papel de liderança para acabar com o desperdício de alimentos. Esse é um problema que só pode ser realmente solucionado através da colaboração com toda a cadeia de valor. Através de nossa afiliação global, o CGF se comprometeu a exercer um papel de liderança. Acreditamos que a rotulagem de datas simplificada e consistente irá nos ajudar a chegar mais perto de cumprir nossa resolução de reduzir à metade o desperdício de alimentos até 2025, ao mesmo tempo em que ajudamos a reduzir a confusão dos consumidores", disse o diretor de Administração do Fórum de Bens de Consumo, Peter Freedman.

O anúncio de hoje foi feito em um evento da Champions 12.3 na Fundação Rockefeller, durante a Semana do Clima e a 72a Assembleia Geral das Nações Unidas. Esta semana completa dois anos do lançamento dos "Objetivos de Desenvolvimento Sustentável" (SDGs -- Sustainable Development Goals). No evento, a Champions 12.3 também lançou o relatório "SDG Target 12.3 on Food Loss and Waste: 2017 Progress Report" ("Meta 12.3 dos SDGs sobre a perda e desperdício de alimentos: relatório de 2017 sobre o progresso), que avalia o progresso global até o momento da meta de cortar pela metade o desperdício de alimentos e reduzir a perda de alimentos até 2030.

"Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável nos deram uma oportunidade histórica e nós precisamos enfrentar o desafio", disse o embaixador e representante permanente dos Países Baixos nas Organizações das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, Hans Hoogeveen. "De todos os SDGs, o Target 12.3 é o único, em meu conhecimento, que é defendido por uma coalisão como a Champions 12.3, com líderes de todos os setores tomando ações para conquistar o sucesso. Temos uma grande chance, mas muito trabalho precisa ser feito".

O relatório informa que países e empresas estão estabelecendo metas de redução alinhadas com o Target 12.3 dos SDGs -- hoje, 28% da população do mundo vive em um país ou região com uma meta de redução da perda e o do desperdício de alimentos e quase 60% das 50 maiores empresas de alimentos do mundo fixaram metas de redução.

Iniciativas inovadoras também estão decolando, especialmente no setor privado. Uma quantidade crescente das 50 maiores empresas de alimentos já tem programas de redução de perda e desperdício de alimentos. No entanto, o relatório informa que um número insuficiente de governos e empresas estão medindo e relatando perdas e desperdícios de alimentos, uma medida essencial para identificar pontos fundamentais e para saber se suas estratégias estão exercendo algum impacto.

"É bom ver sinais claros do ímpeto que se desenvolve por trás do movimento para resolver o problema de perda e desperdício de alimentos e a liderança que é demonstrada por Campeões individuais e outros", disse a pesquisadora sênior e diretora para Perda e Desperdício de Alimentos do World Resources Institute (Instituto Mundial de Recursos), Liz Goodwin. "Entretanto, 2030 está a apenas 13 anos à frente e muito mais precisa ser feito. Nós já temos um plano de ação para cortar pela metade mais de 1 bilhão de toneladas de alimentos que não são consumidos por ano e é vital que os governos e o setor privado de todos os lugares os aproveitem".

"O relatório, do qual fomos coautores com o WRI, mostra que estamos indo na direção certa, mas precisamos desenvolver um ímpeto rapidamente. Precisamos de ação de todos, de governos, empresas, ONGs e de todos nós em nossas casas, unindo-nos na luta contra o desperdício de alimentos", disse o CEO da WRAP, Marcus Gover. "Também é essencial que as nações em desenvolvimento tenham o apoio financeiro que precisam para enfrentar a perda e o desperdício de alimentos. Conseguimos algum ímpeto e, agora, temos alguma coisa que pode nos ajudar a chegar a nosso destino. Não há tempo a perder".

Leia o "SDG Target 12.3 on Food Loss and Waste: 2017 Progress Report em https://champions123.org/2017-progress-report/

SOBRE O FÓRUM DE BENS DE CONSUMO

O Fórum de Bens de Consumo ("CGF" -- The Consumer Goods Forum) é uma rede global do setor, baseada em paridade, que é dirigida por seus membros para encorajar a adoção global de práticas e padrões que servem o setor de bens de consumo em todo o mundo. O Fórum reúne os CEOs e executivos da administração de cerca de 400 varejistas, fabricantes, prestadores de serviços e outros interessados em 70 países. Ele reflete a diversidade do setor em localização geográfica, tamanho, categoria e formato de produtos. Suas empresas filiadas registram vendas combinadas de EUR 3,5 trilhões e empregam diretamente quase 10 milhões de pessoas, com outros 90 milhões de empregos relacionados, segundo as estimativas, em toda a cadeia de valor. O Fórum é governado por um Conselho de Administração, composto por CEOs de 50 fabricantes e varejistas. Para mais informações, por favor visite http://www.theconsumergoodsforum.com/ .

SOBRE O CHAMPIONS 12.3  

A Champions 12.3 é uma coalisão de mais de três dúzias de líderes de governos, empresas e da sociedade civil, dedicada a inspirar ambição, mobilizar para a ação e acelerar o progresso para cumprir o Target 12.3 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. O Target 12.3 conclama o mundo a "cortar pela metade o desperdício global de alimentos per capita, em nível de varejo e de consumidor, e reduzir as perdas de alimentos nas cadeias de produção e de suprimento, incluindo as perdas após a colheita" até 2030.

O Governo do Reino dos Países Baixos e o World Resources Institute servem como secretarias conjuntas da Champions 12.3. Para mais informações, visite http://www.champions123.org/ .

View original content: http://www.prnewswire.com/news-releases/empresas-se-comprometem-a-simplificar-rotulagem-de-datas-de-validade-em-alimentos-em-todo-o-mundo-ate-2020-reduzindo-o-desperdicio-de-alimentos-300522907.html

FONTE Consumer Goods Forum

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos