Bolsas

Câmbio

Empreendedorismo

Ex-mecânico vira dono de agência de propaganda que hoje fatura R$ 20 milhões

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Alan James, sócio-fundador da agência de propaganda Biruta Ideias Mirabolantes

    Alan James, sócio-fundador da agência de propaganda Biruta Ideias Mirabolantes

Ex-mecânico de aviões, o empresário carioca Alan James, 37, mudou o rumo de sua carreira quando decidiu empreender, começando sem dinheiro. Hoje ele é dono da Biruta Ideias Mirabolantes, cujo faturamento em 2012 foi de, aproximadamente, R$ 20 milhões.

Sua trajetória empreendedora de 17 anos até o sucesso foi destaque da Campus Party, em São Paulo, na palestra "Saindo do Zero", nesta terça-feira (29), quando o evento deu início aos primeiros debates voltados ao empreendedorismo

Aos 20 anos, depois de concluir um curso de mecânica de aviação, James começou um estágio em uma empresa onde consertava aviões de pequeno porte em troca de aulas de pilotagem. Ao fim do estágio, o jovem foi chamado para trabalhar em uma agência de propaganda aérea –aviões que sobrevoam as praias com faixas publicitárias– que funcionava no mesmo aeroporto.

Seis meses depois, no entanto, a agência quebrou. Na tentativa de reerguer o negócio, James viu a possibilidade de empreender. Em 1997, abriu a Biruta para vender contratos de publicidade aérea, alugando os aviões da antiga empresa.

O empreendedor até conseguiu vender alguns contratos, mas, por ser uma atividade sazonal, que fatura apenas no período de temporada de férias, o negócio não teria condições de se manter no longo prazo.

"Propaganda aérea só dá dinheiro no verão. No restante do ano, as despesas são muito altas. Além disso, os sócios não tinham controle dos gastos e o negócio faliu", afirma.

Negócio instalado no banheiro faturou primeiro milhão em 4 meses

Para não seguir o mesmo caminho, James procurou ajuda. Inscreveu-se em um programa de empreendedorismo patrocinado pela rede de postos Shell e recrutou mais três sócios para o negócio. Ao fim do programa, a Biruta ganhou uma vaga em uma incubadora de empresas em Santa Teresa, bairro nobre da capital fluminense.

No entanto, o único espaço disponível na incubadora era um banheiro desativado. O jeito foi encarar o desafio e se dedicar às consultorias recebidas. Durante a incubação, foi criado um plano de negócio e o foco do negócio foi alterado.

Em vez de atuar com propaganda aérea, a empresa passou a desenvolver ações interativas que gerassem mídia espontânea, como passeatas e "flash mobs" (mobilizações repentinas envolvendo várias pessoas em locais públicos). "A nova estratégia deu certo. Em quatro meses já tínhamos faturado nosso primeiro milhão".

Com o fim da incubação, a Biruta se mudou para um prédio comercial na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Três anos depois, comprou o mesmo prédio em Santa Teresa onde foi incubada. Atualmente, a empresa conta com cerca de 70 funcionários e três escritórios: Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Fortaleza (CE).

Empresa cria própria incubadora

De volta à casa original e com mais espaço físico, James percebeu que, além de ter o próprio negócio, poderia também investir em outros empreendedores. Em 2008, aproveitando parte do espaço da sede da empresa, ele inaugura a incubadora de publicidade e mídia Experimental AD\Venture.

Hoje, depois de passar por uma reestruturação, a Experimental se tornou uma aceleradora de negócios em economia criativa. Um dos pré-requisitos é que a empresa acelerada tenha atividade complementar a da Biruta para atuarem, futuramente, como parceiras. O período de aceleração é de 16 meses.

Segundo James, sua empresa compra uma participação de até 15% na sociedade com os projetos acelerados. "Quero dar a outros jovens a mesma chance que me foi dada. Meu sonho é transformar Santa Teresa numa espécie de Vale do Silício."

Empresário largou estudos no ensino médio

Mas o caminho deste empreendedor também teve momentos difíceis. Nascido em Marechal Hermes, subúrbio do Rio, James não terminou os estudos. Largou a escola no ensino médio para estudar por conta própria e correr atrás de seus sonhos.

"Não é uma coisa da qual me orgulho. Comecei a ler sobre coisas que me interessavam, como livros de comunicação e estudo de casos de empresas estrangeiras, em vez de estudar Geografia", diz.

Dos quatro sócios originais, apenas James continua na empresa. Os demais saíram para tocar iniciativas próprias. A nova sociedade conta com a participação da Fox Investimentos desde 2011, quando parte do negócio foi adquirido pelo fundo de investimentos. O valor do aporte não foi divulgado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos