Bolsas

Câmbio

Bilionários

MPX, de Eike, deve receber R$ 125 milhões do BNDES, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

A MPX (MPXE3), empresa de energia do grupo de Eike Batista, deve empreender, no mês que vem, um aumento de capital, que deve contar com um aporte direto de, no mínimo, R$ 125 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). As informações são da edição desta sexta-feira (3) do jornal "O Estado de S. Paulo.

O banco estatal já tem 10,34% das ações da empresa de Eike, por meio do seu braço de participações, o BNDESPar. Segundo fontes ouvidas pelo jornal, a MPX foi avaliada tecnicamente pelo BNDES como uma empresa bastante firme no fornecimento de energia térmica.

A avaliação no BNDES, segundo as fontes, é de que a MPX é a empresa mais estável do grupo EBX, e que o aporte poderá ficar acima dos R$ 125 milhões. A empresa é a única na qual o banco participa diretamente do capital.

O coordenador de pós-graduação da Fundação Instituto de Administração, Marcos Piellusch, calculou para "O Estado de S. Paulo" que, para manter a mesma participação, o BNDES terá se subscrever 12.410.434 novas ações. 

Ao preço de R$ 10,00, como foi divulgado no primeiro anúncio da operação, isso leva aos R$ 125 milhões.

A operação foi decidida após o aumento de participação da alemã E.ON, que subiu de 11,73% para 36,2% no mês passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos