Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta sexta, 15 de abril

Vinícius Garcia

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

A Bovespa fechou nesta sexta-feira com uma alta de 1,56% e chegou aos 53.227,74 pontos. Com a valorização, a Bolsa termina a semana com um ganho de 5,84% na semana.

Já o dólar quebrou uma sequência de duas quedas e teve alta de 1,38%, cotado em R$ 3,524. A moeda encerra a semana com baixa de 2,02%.

Leia mais


 

Aumento no mínimo

O governo federal prevê um aumento do salário mínimo dos atuais R$ 880 para R$ 946 para o ano que vem. A estimativa de 7,5% de aumento está no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias enviado hoje ao Congresso Nacional.

O aumento corresponde à previsão para a inflação acumulada de janeiro a dezembro deste ano.

Leia mais


 

Deficit primário em 2017

A equipe econômica da presidente Dilma Rousseff propôs hoje ao Congresso Nacional uma meta fiscal com um deficit de até R$ 65 bilhões em 2017. A meta vai fazer com que as finanças do governo fechem no vermelho pelo quarto ano consecutivo.

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem prevê um superavit primário de zero.

Leia mais


 

Prazo do IR

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda 2016, ano-base 2015, termina no dia 29 de abril. Se for entregue a partir da meia-noite do dia 30, já vai ser considerado atraso, e o contribuinte vai ter de pagar multa de 1% do imposto devido ao mês.

Até as 17h de ontem, a Receita Federal recebeu 11 milhões de declarações, cerca de 39% do total estimado.

Leia mais


 

Demissões na Arno

A Arno divulgou hoje que planeja demitir 450 dos 625 funcionários. A fábrica na Mooca, em São Paulo, será fechada até outubro de 2017, conforme anunciou a empresa na segunda-feira. 

De acordo com o Groupe SEB, dono da marca, dos 175 que vão continuar empregados, parte vai ficar em São Paulo trabalhando em áreas administrativas e parte vai trabalhar no Estado do Rio de Janeiro, para onde será transferida a produção.

Leia mais


 

China desacelera

A economia da China cresceu 6,7% no primeiro trimestre de 2016 em comparação com o mesmo período do ano passado. Esse é o pior índice para o período desde 2009.

Mesmo com a leve piora, um salto na dívida parece alimentar a recuperação da atividade industrial, do investimento e dos gastos das famílias, de acordo com economistas.

Leia mais


 

Agenda

Na agenda econômica, a Fundação Getúlio Vargas divulga na próxima segunda-feira a segunda prévia do IGP-M de abril e o Índice de Preços ao Consumidor Semanal.

Também na segunda, o Banco Central divulga o relatório Focus com as projeções para a economia brasileira no ano.

Já o Ministério do Desenvolvimento vai anunciar o resultado da balança comercial brasileira tendo como base as semanas do mês.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos