Bolsas

Câmbio

Reforma trabalhista

Ministro do Trabalho deveria ser demitido por abandonar sessão, diz Requião

Da Agência Senado

Se o governo federal fosse sério, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira de Oliveira, seria demitido, disse nesta terça-feira (16) o senador Roberto Requião (PMDB-PR). O ministro abandonou a sessão temática do Senado sobre a reforma Trabalhista, em realização no plenário, por ter viagem marcada para a Alemanha, deixando vários senadores irritados.

Segundo Requião, ao eliminar a garantia dos trabalhadores por meio da reforma, o governo tenta reproduzir no Brasil um modelo chinês. Lá, disse o senador, as zonas especiais de exportação proporcionaram ao trabalhador apenas a melhoria do seu almoço ou da comida à mesa da sua família.

Ao lembrar que o Brasil está em recessão, Requião disse que as iniciativas do governo são uma tentativa de compensar erros como a venda de terras nacionais para compradores estrangeiros e ações que geraram o aumento do desemprego no país.

- Os Estados Unidos estavam quebrados em 1929 e 1930 e saíram da recessão com algumas medidas que são exatamente o oposto das medidas que estão sendo tomadas pelo Temer e seu governo no Brasil e por esse ministro fujão que nos abandona fugindo de um debate – declarou.

Outro lado

O Ministério do Trabalho afirmou que o ministro "se ausentou porque tinha um voo para a Alemanha".

"Ele vai representar o Brasil no encontro do G20. Os técnicos do Ministério ficaram à disposição do Senadores para esclarecer dúvidas", afirmou em nota. "Lembrando que o ministro foi convidado e, por respeito, ao invés de declinar, compareceu no tempo que podia estar, devido ao compromisso que tem fora do país".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos