Bolsas

Câmbio

Black Friday 2017

Procon-SP começa a monitorar preços para evitar fraudes na Black Friday

Do UOL, em São Paulo

De olho nas fraudes da Black Friday, o Procon-SP informou nesta quinta-feira (28) que começou a monitorar preços para conferir o cumprimento das ofertas que serão anunciadas neste ano. A megaliquidação, inspirada nos Estados Unidos, está marcada para começar à zero hora do dia 24 de novembro. 

Segundo o Procon, uma das principais fraudes praticadas durante o período é a "falsa promoção", em que uma loja sobe o preço de um produto antes da Black Friday para anunciá-lo com valor mais baixo depois.

Segundo Bruno Stroebel, supervisor de fiscalização da entidade, produtos de cerca de 15 dos principais sites de comércio do país são monitorados antes da Black Friday para verificar a veracidade das promoções. 

Alguns sites anunciam produtos como promoção, mas depois você descobre que não era oferta nenhuma.

O órgão de defesa do consumidor também começou uma campanha de orientação dos consumidores.

10 dicas do Procon-SP para aproveitar a Black Friday:

1 - Faça uma lista dos produtos que quer comprar e estipule um limite de gasto (para não estourar o orçamento).

2 - Acompanhe os preços dos produtos/serviços que deseja adquirir, anote preços e guarde as informações da sua pesquisa (telas, folhetos), incluindo site e data da pesquisa. Assim, será mais fácil identificar as melhores ofertas e conferir os descontos durante a Black Friday.

3 - Verifique se o site é brasileiro. Cuidado com os que são ".com". Compras de sites internacionais estão sujeitas a outros custos, nem sempre informados ostensivamente (procure informações sobre o site na aba "Quem somos/sobre nós"). Além disso, as regras do Código do Consumidor não se aplicam se o site não tiver representantes no Brasil.

4 - Esteja atento, porque há sites conhecidos que estampam ofertas de fornecedores independentes, com preços e condições diferentes para um mesmo produto.

5 - É importante verificar a reputação do fornecedor. O Procon-SP divulgou os nomes das empresas com mais reclamações na última Black Friday. Para conhecê-las, clique aqui.

6 - Fique atento ao prazo de entrega, especialmente se o objetivo é comprar presentes para o Natal.

7 - O consumidor tem 7 dias a partir da compra/entrega para se arrepender, cancelar a compra, devolver o produto e pedir o dinheiro de volta, se a compra for feita a distância (por internet ou telefone).

8 - Verifique antecipadamente a política de troca da empresa.

9 - Consulte a lista de sites não recomendados pelo Procon antes de realizar a compra.

10 - Cuidado ao clicar em links e ofertas recebidas por e-mail ou redes sociais. Consulte sempre a página oficial da loja.

Expectativa de crescimento

As vendas do varejo online na Black Friday devem crescer entre 15% e 20% neste ano no Brasil, em comparação com o ano passado, de acordo com pesquisa divulgada pelo Google Brasil em agosto.

Em 2017, a previsão de receita para o e-commerce na data é de R$ 2,2 bilhões, segundo o Google.

(Com Reuters) 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos