ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Morre aos 74 publicitário que criou Leão do imposto e baixinho da Kaiser

Do UOL, em São Paulo

07/11/2017 18h48

Morreu na tarde desta terça-feira, 7, em São Paulo, o publicitário Neil Ferreira, aos 74 anos. Ferreira foi referência em criatividade em várias campanhas publicitárias entre o fim da década de 1970 e a década de 1990.

Ao lado de José Zaragoza (que morreu em maio passado), na DPZ, criou filmes que marcaram a história da publicidade brasileira, como "Morte do orelhão" (em 1980, para a Telesp), "Menino de olhos vendados", para a Sadia e o "Leão do Imposto de Renda" (1978, para a Receita Federal), que transformou "leão" em sinônimo de imposto de renda na cultura popular.

Divulgação
O publicitário Neil Ferreira Imagem: Divulgação
Neil e Zaragoza também foram os responsáveis pelo filme publicitário que lançou o "baixinho da Kaiser".

Além da DPZ, Neil autou como assistente de Roberto Duailibi, na Standard Propaganda (atual Ogilvy), na Alcântara Machado Publicidade (atual AlmapBBDO), na Norton e na SBG. Entre 1990 e 1992, comandou a criação da Sales/Inter-Americana (atual Publicis).

Em 2012, ele foi vencedor do Prêmio Jeca Tatu, voltado a profissionais de criação que utilizam a linguagem brasileira na propaganda.

O velório será realizado no Hospital Albert Einstein, a partir das 20h desta terça, até as 12h de quarta-feira (8). Depois disso, o corpo será levado para cremação no Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Divulgação
O baixinho da Kaiser, uma das criações do publicitário Neil Ferreira Imagem: Divulgação
 

Mais Economia