Bolsas

Câmbio

Pintar unha, encher o tanque: você vai fazer tudo direto das redes sociais

Do UOL, em Nova York (EUA)

  • Petar Chernaev/Getty Images

O celular vai ser o controle remoto da sua vida. Tudo vai ser feito por ali e pelas redes sociais. Esses canais não vão servir só para contato com amigos, família, namorados ou leitura de notícias. Suas compras e serviços no mundo real (e não apenas encomendas virtuais) também vão estar cada vez mais lá dentro.

Você vai rachar aluguel com os amigos da faculdade, pagar manicure, cabelereiro, encher o tanque do carro no posto de gasolina, pagar estacionamento de shopping, tudo desse jeito.

A ideia será facilitar: quem estiver conectado na sua rede de preferência, como Facebook, Instagram, Whatsapp e outras, já vai fazer as transações sem se logar em nenhum outro lugar. Vai direto.

A previsão é de dirigentes do PayPal, empresa global de pagamentos para compras digitais. No Brasil, concorre com o PagSeguro, do UOL, que tem a Moderninha (máquina de cartão sem aluguel).

Segundo Paula Paschoal, gerente-geral do PayPal Brasil, "no curto prazo, haverá um papel cada vez mais relevante do nosso celular, indo muito além das compras. Nos próximos anos, o celular será o controle remoto da sua vida. É o celular sendo capaz de mudar nossos hábitos de comportamento. Há três anos, não existia pagar um táxi pelo celular. Hoje, se você for à avenida Paulista [região central de São Paulo], não consegue pegar um táxi sem o celular".

Ela cita exemplos de pagamentos feitos em postos de gasolina ou em estacionamentos de shoppings, evitando espera e filas.

Outro caso de uso possível é pagar os serviços de salão de beleza diretamente pelo celular. "O pagamento passa a ser imperceptível, está embutido ao pedir o serviço", diz.

De acordo com Mauricio Sepulveda, chefe de Desenvolvimento de Negócios no PayPal América Latina, tudo vai ser social. "Social commerce será o futuro. Todos os componentes de sua experiência nas redes vão ter um serviço de pagamentos", declara.

A ideia toda é se logar no Facebook e outras redes e já estar pronto para pagar, comprar, transferir dnheiro. Há serviços já funcionando assim no Brasil também, como o Pag.ae, do PagSeguro, que faz vendas pelas redes sociais.

Em um futuro breve, o receio de fazer negócios vai se reduzir mais ainda. "As barreiras cada vez mais desaparecem, os receios de comprar e não saber se vai receber, se vai demorar, se pode confiar no vendedor", afirma Adriana Bello, chefe de Comércio Global Entre Países do PayPal.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos