ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Tem dívida com banco ou financeira? Site ajuda a negociar sem sair de casa

Juliana Elias

Do UOL, em São Paulo

09/05/2018 15h15

Está com pagamentos, faturas ou empréstimos atrasados? É possível negociar com o banco ou a financeira condições melhores para quitar essa dívida, e sem precisar sair de casa.

A campanha de renegociação com as principais instituições financeiras do país está sendo promovida até 31 de maio pelo site consumidor.gov.br, criado pela Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) do Ministério da Justiça.

O consumidor deve entrar no site e fazer uma proposta para o banco ou financeira. Parcelas menores, prazos maiores e descontos no valor total da dívida são algumas das condições que costumam ser oferecidas. A empresa tem um prazo de dez dias para responder.

Passo a passo para participar

  • Para participar, o consumidor precisa fazer um cadastro no site consumidor.gov.br. O cadastro é gratuito e aberto a qualquer pessoa ou MEI (microempreendedor individual).
  • Depois de feito o cadastro, dentro de sua conta no site, o consumidor deve clicar em "nova reclamação".
  • No campo "nome da empresa", procurar pelo nome do banco ou financeira com o qual gostaria de negociar.
  • Selecione "sim" ou "não" para responder à pergunta: "Procurou a empresa para solucionar o problema?"
  • Depois, responda "Como comprou/contratou" o serviço desse banco ou financeira. Por exemplo: "loja física", "telefone" ou "internet".
  • Em "área", selecione a área de atuação da empresa (em geral, para bancos e financeiras, será "serviços financeiros").
  • Em "assunto", escolha o tipo de produto ou serviço que originou a dívida. Por exemplo: "cartão de crédito", "crédito pessoal" ou "financiamento de imóveis".
  • No campo "problema", selecione a opção "renegociação/parcelamento de dívida".
  • Dependendo do caso, será preciso inserir informações adicionais. Por exemplo, para um financiamento imobiliário, o número do contrato, o valor da parcela e data da contratação. Para um cartão de crédito, será preciso informar o banco emissor, a bandeira do cartão e os últimos quatro números do cartão.
  • Na sequência, há um campo chamado "Descreva sua Reclamação", onde o consumidor deve escrever qual é seu problema atual e informar que gostaria de renegociar sua dívida.
  • Por fim, no campo "Descreva seu Pedido à Empresa", é preciso escrever qual é sua proposta para pagar a dívida. Por exemplo, dizer o valor de parcelas mensais que gostaria de pagar, um valor total que conseguiria pagar para quitar a dívida ou, simplesmente, dizer que gostaria de receber uma proposta de renegociação do banco.
  • A empresa tem um prazo de 10 dias para responder.
  • Depois disso, o cliente tem 20 dias para avaliar se o atendimento foi satisfatório ou não, e fazer novos contatos com a empresa, como envio de documentos e informações complementares.

Principais bancos e financeiras participam

A campanha de negociação de dívidas é válida para qualquer instituição inscrita no site Consumidor.gov.br. Clique aqui para ver a lista completa, por área de atuação.

Atualmente, são 81 instituições financeiras, que incluem os principais bancos comerciais do país, além de operadoras de cartões (como Credicard e Itaucard), casas de crédito (como Crefisa e Losango) e também as financeiras ligadas a redes de varejo e veículos. Carrefour, Americanas.com, Luizacred (do Magazine Luiza), Renner, Riachuelo, Toyota e Fiat são algumas delas.

Renegociação pode ser feita o ano todo

Essa campanha de renegociação de dívidas faz parte da 5ª Semana Nacional de Educação Financeira da Senacon, que vai de 14 a 20 de maio. Segundo a Senacon, há uma força-tarefa extra por parte dos bancos nas solicitações relacionadas a dívidas.

Fora desse período, também é possível renegociar dívidas com as empresas, o ano todo.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia