PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Temer comemora acordo com poupadores e 'bilhões de reais' na economia

Cristiane Bonfanti

Do UOL, em Brasília

22/05/2018 11h18

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (22) que o ressarcimento aos poupadores das perdas com planos econômicos contribuirá para aquecer a economia brasileira. Segundo Temer, as indenizações aos poupadores devem chegar a R$ 12 bilhões.

A partir de hoje, poupadores prejudicados pelos planos econômicos das décadas de 1980 e 1990 podem aderir ao acordo com os bancos para receber indenizações pelas perdas. O site para aderir ao acordo está no ar.

Leia também:

Temer comparou o momento ao da liberação, no ano passado, do saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os saques dessas contas somaram R$ 44 bilhões em 2017.

"A solução encontrada trará benefícios diretos para poupadores e para a economia. São bilhões de reais a reforçar o orçamento das famílias, mas especialmente a circular na economia brasileira", disse.

Dia histórico e simbólico, diz chefe do BC

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse que o dia de hoje é simbólico e que, em sua trajetória profissional, acompanhou por décadas não apenas a hiperinflação e o lançamento de diferentes planos econômicos, mas também os conflitos judiciais envolvendo os poupadores.

"Para mim, este momento é histórico, simbólico", afirmou, durante a cerimônia de lançamento.

Agora, disse Goldfajn, o Brasil colocou fim a um processo que gerou incerteza sobre o sistema financeiro ao longo dos últimos 30 anos.

Como cobrar dívida de um amigo

UOL Notícias