ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Mídia e Marketing

Marcas ousam e adotam tom político em ações de marketing antes das eleições

Divulgação
Ben & Jerry's promete desconto em sorvete para quem mostrar título de eleitor Imagem: Divulgação

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/10/2018 19h35

A semana anterior às eleições começou um tanto diferente para algumas marcas. Burger King, Chevrolet e Ben & Jerry's, por exemplo, decidiram apostar em um tom político em ações de marketing, estratégia pouco comum para os padrões dos anunciantes.

Conheça um pouco mais sobre cada ação.

Burger King contra o voto em branco

O Burger King veiculou um comercial, em TV aberta, afirmando que o voto em branco pode decidir negativamente a eleição. Para "provocar uma reflexão sobre o direito de voto", segundo a empresa, o filme exibiu pessoas que declararam seu voto em branco ganhando sanduíches com apenas cebola e maionese no recheio. O filme terminava com a frase "Se você não escolher, alguém fará a escolha por você. E pode não ser o que você imaginava".

Ao que parece, a ação foi bem recebida. Diferentes influenciadores, incluindo a apresentadora global Ana Maria Braga, fizeram questão de comentar o comercial. O Partido Novo e o candidato Henrique Meirelles, ainda, republicaram o vídeo em suas redes sociais.

Chevrolet pela mudança

A Chevrolet deu um tom político a um comercial que divulga o modelo Cruze. Com a hashtag #ComoDeveriaSer, o filme pede um país "onde o progresso é visto nas ruas e não apenas numa bandeira" e onde "tudo é como deveria ser".

Segundo a montadora, o comercial teve o objetivo de mobilizar as pessoas para que "esqueçam o conformismo e acreditem que é possível mudar o país".

Título dá desconto na Ben & Jerry's

Divulgação
Imagem: Divulgação
A Ben & Jerry's decidiu oferecer desconto de 10% aos consumidores que apresentarem o título de eleitor em uma das lojas da marca no Brasil até domingo (7). A companhia também "trocou" o nome do seu sorvete "Cone Sweet Cone" para "Vote Sweet Vote" para chamar a atenção para as eleições.

A empresa está acostumada a participar de discussões políticas. Em junho, com a criação da agência LiveAd, a marca promoveu debates com 12 duplas de pessoas, com visões políticas diferentes, convidadas a discutir seus pontos de vista. A marca também é uma das apoiadoras da plataforma Me Representa, ONG formada por coletivos de mulheres, negros e LGBT+. A plataforma ajuda eleitores a encontrarem candidatos que valorizam os direitos humanos.

Guia do Voto da Votorantim

Reprodução
Imagem: Reprodução

A Votorantim, por sua vez, lançou o Guia do Voto em site e aplicativo (disponível para Android e iOS). O sistema busca ajudar os eleitores a conhecerem um pouco mais sobre os candidatos e a escolher os que mais combinam com suas convicções políticas e visões de mundo. O conteúdo do guia foi elaborado pelo cientista político Humberto Dantas, doutor em Ciência Política pela USP. 

A divulgação do aplicativo foi feita de forma orgânica, por meio de influenciadores escolhidos pela agência Sunset. Até esta sexta-feira (5), o Guia do Voto havia chegado a quase 160 mil downloads.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Mídia e Marketing