IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Mídia e Marketing


Corinthians faz parceria com IBM e 'sonha' com estádio do Atlanta Falcons

Arena Corinthians, em São Paulo - Bruno Teixeira/Divulgação
Arena Corinthians, em São Paulo Imagem: Bruno Teixeira/Divulgação

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, de São Paulo

25/12/2018 13h28

A IBM assinou uma parceria com o Corinthians, na sexta-feira (21), e com ela deve iniciar seus trabalhos na área de esportes e entretenimento no Brasil. O acordo com o time paulista tem duração inicial de dez anos e prevê a modernização dos serviços de tecnologia da Arena Corinthians, estádio inaugurado em 2014. A IBM também cuidará dos serviços do programa de sócio torcedor do clube, que hoje tem cerca de 115 mil filiados.

A área de esportes e entretenimento da companhia já trabalha com alguns dos principais eventos esportivos do mundo, como os torneios de tênis Wimbledon e US Open, e o torneio de golfe The Masters, além de atuar com a equipe de Fórmula 1 Aston Martin Red Bull Racing. 

"Somos reconhecidos pela liderança que temos no mundo corporativo. Temos atuado muito forte no setor de saúde e educação, por exemplo. Existe uma oportunidade de você criar toda uma experiência nova, para combinar o mundo físico e o mundo digital, e monetizar isso. A ideia é usar a inteligência artificial para criar uma experiência para o esporte", afirmou Tonny Martins, presidente da IBM Brasil.

Conhecendo o torcedor

IBM e Corinthians anunciam parceria para modernização do estádio - Divulgação
IBM e Corinthians anunciam parceria para modernização do estádio
Imagem: Divulgação

A empresa de tecnologia quer usar inteligência artificial para conhecer melhor o consumidor de esportes, medir, direcionar e recompensar o engajamento dos torcedores e obter insights mais profundos sobre preferências e comportamentos de cada um deles.

"Quando você une inteligência artificial e análise de dados, passa a criar uma convergência nos diversos dispositivos. O volume de serviços que pode ser oferecido cresce muito. Envolve fidelização e comunicação direta, por exemplo. E tudo isso pode ser monetizado dentro do ecossistema", diz Martins. 

Estádio mais moderno do mundo

A IBM também é responsável por toda a tecnologia do Mercedes-Benz Stadium, arena inaugurada no ano passado em Atlanta (EUA) com investimentos de US$ 1,6 bilhão (mais de R$ 6 bilhões) e considerado o estádio mais moderno do mundo (veja vídeo abaixo). A arena servirá de exemplo para o trabalho na Arena Corinthians. 

O estádio, que tem capacidade para 71 mil pessoas, costuma ter lotação esgotada em jogos do Atlanta United (futebol) e do Atlanta Falcons (futebol americano). O Mercedes-Benz Stadium será sede da edição de 2019 do Super Bowl, a final do torneio de futebol americano, considerado o maior evento esportivo do planeta.

Em Atlanta, a IBM é responsável pela plataforma integrada de tecnologia, rede óptica de internet (com mais de 2.000 pontos de acesso), central única de vídeos e redes de wifi para os torcedores. Além disso, assina a plataforma de "experiência do fã" da arena, que conta com três aplicativos para os torcedores (um de cada time, além de um para o estádio) e um chat de interatividade com o torcedor, comandado pela área de inteligência artificial da empresa. 

"Fazemos toda a experiência para o torcedor --antes, durante e depois do jogo. Ele compra o ingresso pelo aplicativo, vê como estará o tempo na hora do jogo e fica sabendo como está o trânsito. Entra no estádio com um e-ticket e tem um mapa para chegar até a sua cadeira. Também recebe dados estatísticos e informações na palma da mão. O celular se torna um complemento para o torcedor", disse Frank Koja, vice-presidente global de Serviços de Tecnologia da IBM Brasil.

Serviços sem previsão no Brasil

Jogo na Arena Corinthians - Divulgação
Jogo na Arena Corinthians
Imagem: Divulgação

As ações que já funcionam no estádio de Atlanta podem ser replicadas no estádio do Corinthians, segundo a IBM, e também em outros estádios no país. Porém, ainda não há previsão de quando os serviços funcionarão por aqui. A ideia é que até o final de 2019 boa parte já esteja à disposição do público, segundo a empresa de tecnologia.

As partes não anunciaram os valores da parceria, mas o clube afirmou que a IBM fará um investimento de R$ 12 milhões em infraestrutura para o início do projeto.

Veja o trabalho da IBM no Mercedes-Benz Stadium:

Mais Mídia e Marketing