IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

Mídia e Marketing


Visa tem seguro-saúde gratuito em viagem para quem compra bilhete no cartão

Divulgação
Visa pretende levar seu projeto Cidades do Futuro a 200 municípios Imagem: Divulgação

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-01-30T17:47:03

30/01/2019 17h47

A bandeira de cartões Visa está lançando um seguro de emergência médica internacional, o "Visa Médico Online". Com ele, clientes que tenham algum problema de saúde de baixa complexidade durante viagens poderão passar por consultas médicas virtuais, em português, sem precisar ir até um hospital.

 O serviço é gratuito. Para utilizá-lo, basta o cliente ter comprado as passagens aéreas com um cartão Visa e ter habilitado o seguro pela companhia. O atendimento inclui problemas de saúde como crise de asma, alergias e infecções urinárias.

O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias da semana. O médico poderá prescrever medicamentos e enviar as receitas para uma farmácia na cidade onde o paciente estiver.

DNA de tecnologia

O "Médico Online" está disponível no portal de benefícios da companhia, que possui serviços como seguros, estacionamentos grátis e um assistente pessoal, que faz reservas em restaurantes e shows e dá dicas de presente, por exemplo. "O DNA da Visa é ser uma empresa de tecnologia. Não é mais apenas uma forma de fazer pagamento. Buscamos transformar a Visa em algo que sirva para a vida dos nossos clientes", afirmou Sergio Giorgetti, diretor de Marketing da empresa.

A companhia diz que  pretende, ainda neste ano, reunir todos os benefícios de seus cartões dentro de uma única plataforma. Atualmente, os serviços estão divididos em dois sites: o portal de benefícios, com serviços para viagens, e o Vai de Visa, com ofertas e promoções, em parcerias com marcas como Asus, Decolar.com, Electrolux, Fast Shop e Philips, entre outras.

Parceria com os Correios

Nesta semana, a Visa também anunciou uma parceria com os Correios. A plataforma Compra Fora visa facilitar a importação de produtos, disponibilizando um endereço nos Estados Unidos para qualquer residente no Brasil receber encomendas feitas pela internet.

A solução facilita o envio de produtos comprados online em lojas dos EUA que não entregam seus produtos no Brasil. O site permite a simulação dos custos com serviços e impostos.

"A proposta é oferecer acesso aos brasileiros que desejam comprar em lojas americanas por meio de uma solução completa, que envolve desde o recebimento da compra no armazém nos Estados Unidos, passando pelos procedimentos alfandegários no Brasil, até a entrega final na casa do destinatário", declarou Carlos Roberto Fortner, vice-presidente dos Correios.

Divulgação
A Casa do Zezinho é uma das ações beneficiadas pelo Visa Causas Imagem: Divulgação

Programa social

Em novembro, a Visa celebrou o primeiro aniversário do programa Visa Causas, que envolve a doação de R$ 0,01 a instituições de cunho social a cada pagamento realizado com os seus produtos.

Lançado no final de 2017, o projeto somou pouco mais de 46 milhões de doações, que totalizaram R$ 462 mil para causas nos segmentos de educação, infância, saúde, terceira idade e animais.

Para participar, o cliente deve acessar o site do programa, informar o número do cartão em seu cadastro e escolher a causa ou a instituição para a qual deseja que a Visa faça a doação. Segundo dados da empresa, quem faz parte do projeto usa o cartão, em média, 12% mais.

Concorrente? O dinheiro

Segundo Giorgetti, o maior concorrente da Visa, hoje, é o dinheiro em espécie. Dados da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito), mostram que os pagamentos eletrônicos (crédito, débito ou pré-pago) representaram 32,6% do consumo das famílias do país em 2017.

Para ampliar a penetração do cartão em cidades menores, a Visa diz que pretende levar o projeto "Cidades do Futuro" a 200 municípios em 2019. O programa, que já foi realizado em Belém (PA), Campina Grande (PB) e Maringá (PR), busca potencializar os benefícios do pagamento eletrônico nas cidades.

"Temos que fazer com que os três pilares da cadeia funcionem perfeitamente: a emissão dos cartões, a aceitação do público e o fortalecimento da comunicação, principalmente no ponto de venda", afirma o executivo da Visa. 

Entre julho e outubro do ano passado, a Visa realizou uma promoção especial nas três cidades. Ao realizar compras a partir de R$ 5 com um cartão da bandeira, os consumidores recebiam números da sorte e concorriam a prêmios de R$ 1.000. Foram 180 clientes premiados.

Mais Mídia e Marketing