IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Mídia e Marketing


Campanha de rapper brasileiro ganha prêmio principal no Festival de Cannes

Curta metragem vencedor do prêmio é uma parceria entre o Coala Festival, a agência AKQA São Paulo e a produtora Stink Films - Reprodução
Curta metragem vencedor do prêmio é uma parceria entre o Coala Festival, a agência AKQA São Paulo e a produtora Stink Films Imagem: Reprodução

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/06/2019 18h29Atualizada em 20/06/2019 18h06

A campanha de lançamento do disco "Bluesman", do rapper baiano Baco Exu do Blues, ficou com o principal prêmio (Grand Prix) na categoria Entertainment Lions for Music do Festival Internacional de Criatividade de Cannes, principal evento da publicidade mundial.

O curta de oito minutos, fruto de uma parceria entre a Coala.lab (plataforma de música do Coala Festival), a agência AKQA São Paulo e a produtora Stink Films, faz uma reflexão sobre uma realidade vivida pela população negra no Brasil.

O fio condutor da narrativa percorre a trilha de três mfúsicas do disco do rapper. O vídeo tenta romper um estereótipo sobre a participação dos negros em produções audiovisuais brasileiras. O protagonista do filme é Kelson Succi, de 24 anos, morador do Complexo do Alemão.

A direção de cena do filme é de Douglas Bernardt. "Ganhar esse prêmio mostra que ainda existe a chance de se criar excelentes conteúdos em formatos diferentes do "publicitário padrão". O que mais importa, na verdade, é intenção e criatividade", afirma Bernardt.

Confira o filme:

A categoria também premiou outra campanha com um Grand Prix: o manifesto "This is America", de Childish Gambino, alter-ego musical do ator, roteirista e humorista norte-americano Donald Glover. O vídeo tem mais de 550 milhões de visualizações no YouTube.

"This is America", que já havia vencido o Grammy 2019 de melhor canção do ano, é uma crítica social, com diversas referências ao racismo nos Estados Unidos.

Outros premiados brasileiros

Ainda na categoria Entertainment Lions for Music, cujos vencedores foram anunciados hoje, outras duas campanhas brasileiras foram premiadas.

"Mistaken Love Song", um videoclipe da cantora Naiara Azevedo que aborda a violência contra as mulheres, ficou com um Ouro. A criação foi da Artplan para o Governo Federal em divulgação do canal de denúncia 180:

Já o projeto "Música para os Olhos", da Talent Marcel para a Orquestra Sinfônica de São Paulo, ficou com um Bronze. A ação transforma composições musicais em quadros, por meio de um chip instalado na batuta da regente Marin Alsop:

Brasil já soma 41 Leões

As campanhas brasileiras já ganharam 41 troféus (os "Leões") após dois dias do festival. Foram um Grand Prix, quatro Ouros, 11 Pratas e 25 Bronzes na competição, até o momento.

A agência brasileira mais premiada até agora é a Africa, com seis Leões, sendo dois de Prata e quatro de Bronze.

Já foram anunciados os vencedores em 11 das 27 categorias do evento (Print&Publishing, Outdoor, Design, Pharma, Health&Welness, Film Craft, Digital Craft, Industry Craft, Entertainment Lions, Entertainment Lions for Sport e Entertainment Lions for Music).

Além do Leão de Ouro para "Mistaken Love Song", outras três campanhas brasileiras ficaram com um troféu dourado:

  • "Astronaut", "Garage", "Skier", "Boy Scouts" e "City", da Wieden+Kennedy SP para Mondelez, em Film Craft;
  • "Black Box", da Wunderman Thompson para Faculdade Zumbi dos Palmares, em Industry Craft;
  • "E-Quality", da VML Y&R para Vivo, em Entertainment Lions for Sport.

O "Cannes Lions" vai até sábado (22). O festival deste ano teve mais de 30 mil campanhas inscritas, de 89 países. O Brasil enviou 2.093 peças publicitárias.

Realidade combinada e carro inteligente: o mundo dos Jetsons

UOL Notícias
Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado em versão anterior deste texto, a inscrição de "This is America" não foi feita pela consultoria brasileira DH,LO, de Recife. A informação foi retificada pela organização do Cannes Lions, que havia inserido o nome da empresa na ficha técnica. A responsável pelo case, na verdade, é a produtora Doomsday Entertainment.

Mais Mídia e Marketing