PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Web "se identifica" com Argentina e brinca com moratória do país ao FMI

Ministro da Fazenda da Argentina, Hernán Lacunza, em entrevista coletiva para anunciar medidas econômicas  - Ronaldo Schemidt/AFP
Ministro da Fazenda da Argentina, Hernán Lacunza, em entrevista coletiva para anunciar medidas econômicas Imagem: Ronaldo Schemidt/AFP

Do UOL, em São Paulo

28/08/2019 22h31

Em um momento turbulento financeiramente, a Argentina declarou moratória ao FMI (Fundo Monetário Internacional) e também a bancos. A notícia do 'calote' do país vizinho repercutiu e coube ainda há alguns internautas brincarem com o fato nas redes sociais.

A Argentina, sob o comando de Maurício Macri, possui dívidas a curto, médio e a longo prazo com o FMI. A moratória foi pedida porque o país não possui os recursos suficientes para saldar os débitos que estão na casa dos US$ 57 bilhões e que começam a vencer no ano de 2021.

Esclarecendo a situação dos nossos vizinhos é o famigerado "Devo, não nego. Pago quando puder". E parece que muitos na web se identificam com o problema da Argentina.

A situação no país vizinho é complexa, mas não impediu que a web brincasse com os 'hermanos' em relação ao calote anunciado.

Confira a repercussão na web sobre a moratória declarada pela Argentina:

Eu, a Argentina e mais quem tem pedido moratória?

Apenas resumindo a situação da Argentina em poucas palavras

Resumindo ainda mais...

Quando você já espera a má notícia, mesmo assim não sabe lidar com ela

Feliz 2001, amigos!