IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Todos a Bordo


Táxi aéreo tem pacote de R$ 3.000 para ir de helicóptero ao GP Brasil de F1

Vista aérea a bordo de um helicóptero na chega ao autódromo de Interlagos, em São Paulo - Divulgação
Vista aérea a bordo de um helicóptero na chega ao autódromo de Interlagos, em São Paulo Imagem: Divulgação

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Voom, empresa da Airbus, oferece serviço de táxi aéreo de helicóptero para a F1 no Brasil
  • Pacote de ida e volta para os três dias custa R$ 3.000
  • Valor não inclui o ingresso para corrida, que deve ser comprado separadamente
  • Haverá três pontos de saída na cidade de São Paulo com destino ao autódromo de Interlagos

Os fãs da Fórmula 1 que quiserem fugir do trânsito para o Grande Prêmio Brasil, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, podem ir de helicóptero. O preço para isso vai de R$ 700 (passagem avulsa) a R$ 3.000 (pacote para três dias). O serviço será oferecido pela Voom, empresa do grupo Airbus focada no transporte urbano por helicópteros.

Durante os dias 15, 16 e 17 de novembro, a Voom fará três rotas com destino ao autódromo de Interlagos, partindo do bairro do Itaim Bibi e próximo às avenidas Paulista e Berrini. Sobrevoando o trânsito, os torcedores devem chegar a Interlagos em menos de dez minutos.

Os valores individuais, fora do pacote, variam de acordo com o dia da viagem:

15/11 (sexta-feira): treinos livres

  • Somente ida: R$ 700
  • Ida e volta: R$ 1.100

16/11 (sábado): treinos classificatórios

  • Somente ida: R$ 800
  • Ida e volta: R$ 1.300

17/11 (domingo): corrida

  • Somente ida: R$ 900
  • Ida e volta: R$ 1.500

Pacote de ida e volta para os três dias: R$ 3.000

A Voom faz somente o serviço de transporte aéreo dos torcedores para Interlagos. Os ingressos devem ser adquiridos de forma separada para qualquer setor do autódromo. Para arquibancada, os ingressos custam entre R$ 610 e R$ 3.100, enquanto os das áreas VIPs variam de R$ 4.900 a R$ 16,6 mil. Todos são válidos para os três dias do evento.

Na ida ao autódromo, os torcedores terão até três opções de horário, dependendo do dia. No retorno, os passageiros devem se apresentar no lounge da Voom, dentro do autódromo, até uma hora após o término da corrida.

As reservas podem ser feitas pelo site da Voom, com pagamento via cartão de crédito. "Em caso de cancelamento devido a condições climáticas instáveis, a Voom alerta os passageiros até uma hora antes do embarque e retorna o reembolso do valor equivalente à rota", afirmou a empresa.

Quem não for assistir ao Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 também pode aproveitar a ocasião para fazer um voo panorâmico pela cidade. Nesse caso, o voo sai até mais barato. O passeio turístico custa R$ 600 por pessoa.

Veja como é um voo panorâmico de helicóptero por São Paulo

UOL Notícias

Mais Todos a Bordo