IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Black Friday: produtos estão 5,7% mais caros; preços sobem desde setembro

Para garantir descontos reais, é preciso ficar atento aos preços anteriores a Black Friday - iStock
Para garantir descontos reais, é preciso ficar atento aos preços anteriores a Black Friday Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

06/11/2019 12h07

A Black Friday, em 29 de novembro, está chegando e, segundo levantamento do comparador de preços Já Cotei, empresas já começaram a aumentar o valor dos produtos no final de setembro. Entre 29 de setembro e 29 de outubro, os preços subiram 5,7%, em média.

O comparador analisou as 16 categorias mais procuradas pelos consumidores nesta época, entre elas smartphones, notebooks, eletrodomésticos e roupas.

A categoria campeã em aumento de preço foi a de micro-ondas (11%), seguida por fraldas (9,7%), lavadoras de roupa (9,2%), impressora (8,2%), fogão (8,1%) e fritadeira elétrica (6,8%).

O notebook foi a única categoria que ficou mais barata no período, com redução de 0,4% no preço.

"Para garantir descontos reais, é preciso ficar atento aos preços anteriores à Black Friday", alerta o CEO do Já Cotei, Antônio Coelho.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, a Black Friday acontece dia 29 de novembro, e não 11 de novembro. A informação foi corrigida.

Economia