IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

MP investiga empresa acusada de golpe de R$ 80 mi com pirâmide financeira

Lucas Gabriel Marins

Colaboração para o UOL, em Curitiba (PR)

12/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Empresa oferecia rendimentos de até 300%
  • Negócio, com sede em Lisboa, pode ter gerado prejuízo de R$ 80 milhões
  • Um dos sócios diz que a culpa é dos outros dois fundadores, que deixaram o Brasil

O Ministério Público de São Paulo abriu procedimento para investigar denúncias contra a Binary Bit, empresa apontada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) como possível pirâmide financeira. Desde outubro, 27 mil clientes, de um total de 50 mil, não conseguem reaver os valores investidos no negócio. Também há processo aberto na CVM.

Segundo o procurador de Justiça Paulo Marco Ferreira Lima, um dos responsáveis pelo caso, a empresa, que oferece rendimentos de até 3% ao dia, pode ter gerado prejuízo de R$ 80 milhões aos investidores. Um dos proprietários do negócio afirma que a dívida é de cerca de R$ 8 milhões.

"Além do Ministério Público de São Paulo, unidades de outros estados também estão apurando os detalhes do caso", disse Ferreira Lima, que não deu mais informações sobre a investigação porque ela ainda está em curso.

Sócio diz que os outros fundadores deixaram o país

O UOL contatou os três fundadores da Binary Bit (Ricardo Toro, Marcos Monteiro e Israel Soares). Toro, identificado como o diretor de rede e de marketing, foi o único que respondeu. Segundo o empresário, ele não pode falar sobre a dívida ou a investigação do Ministério Público, pois era responsável apenas pelo contato com os clientes.

"Houve má gestão do capital, mas eu não movimentava o dinheiro das pessoas e não entendia como o lucro era obtido, por isso não posso adivinhar onde está a grana. Os outros dois sócios, que foram embora para Lisboa (sede da empresa), eram os responsáveis pela parte financeira", disse. Apesar de ter sede na Europa, o negócio funcionava em Salvador (BA).

Toro também falou que, embora não fosse responsável pelo capital dos clientes, pretende pagar todo mundo.

Empresa prometia rendimentos de 300% em até 200 dias

A Binary Bit afirma atuar com "marketing de investimento digital". Na prática, a empresa oferece ao cliente pacotes de investimentos de US$ 100 (R$ 413,80) a US$ 100 mil (R$ 413,8 mil) atrelados a rendimentos diários de até 3% ou 300% em 200 dias úteis (período do contrato).

Esses supostos rendimentos seriam obtidos por meio do trabalho de um software/robô que atua com opções binárias, prática que consiste em apostar na tendência de alta ou queda de um ativo financeiro (ações, moedas etc) em um curtíssimo período.

A empresa também oferece 10% de comissão por indicação. Tem ainda um "plano de carreira" de oito níveis, baseado em indicações e investimentos, com prêmios por desempenho. Entre as premiações há cruzeiros, carros de luxo e até mansões.

É uma pirâmide clássica, diz especialista

Jurandir Sell Macedo, professor de finanças pessoais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e doutor em finanças comportamentais, analisou a apresentação da empresa a pedido da reportagem. "É uma pirâmide clássica", disse.

Segundo ele, basta a taxa de juros ficar baixa para os golpistas começarem a aparecer. "Foi assim com as fazendas reunidas boi gordo (um dos maiores casos de pirâmide do Brasil) e tantas outras. Hoje, no entanto, inventaram nomes diferentes, mas continua a mesma coisa".

Empresário diz que vai pagar tudo

Clientes da empresa fizeram uma manifestação em frente ao condomínio onde vive Ricardo Toro, em Salvador. "Eu e minha família quase não podemos mais sair de casa", disse o empresário.

Para evitar que novos protestos ocorram, ele falou que, apesar te não ser responsável pelo capital investido pelos clientes, contratou uma auditoria (nome não foi revelado) para tentar descobrir onde os recursos foram parar. Afirmou também que deve lançar uma nova plataforma, migrar os 27 mil clientes lesados para ela e pagá-los o quanto antes.

Questionado sobre como iria fazer dinheiro, ele disse que chamou uma nova equipe para atuar com opções binárias. Só não explicou como irá arcar com as dívidas, já que os recursos dos clientes sumiram. Sobre a acusação de atuar com pirâmide financeira, disse que vai responder com "resultados".

Economia