PUBLICIDADE
IPCA
1,15 Dez.2019
Topo

Começa pagamento do 13º salário do Bolsa Família; veja quando irá receber

Ricardo Marchesan

Do UOL, em São Paulo

10/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Primeiros a receber são os que têm o NIS com final 1
  • Benefício será pago junto com parcela de dezembro
  • 13º do Bolsa Família foi anunciado neste ano pelo governo

Começa nesta terça-feira (10) o pagamento do 13º salário do Bolsa Família. Recebe primeiro quem tem o NIS (Número de Identificação Social) com final 1.

Segundo o texto da Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em outubro, o 13º salário do Bolsa Família será pago junto com o benefício de dezembro, seguindo o calendário normal anunciado pelo governo ainda no final do ano passado.

Calendário de pagamento

Os dias exatos do pagamento variam conforme o último dígito do NIS, também chamado de PIS ou NIT. seguindo o calendário normal do programa.

  • Final 1: 10/12

  • Final 2: 11/12
  • Final 3: 12/12
  • Final 4: 13/12
  • Final 5: 16/12
  • Final 6: 17/12
  • Final 7: 18/12
  • Final 8: 19/12
  • Final 9: 20/12
  • Final 0: 23/12

O Bolsa Família atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda por pessoa de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais. Em setembro, 13,5 milhões de famílias foram atendidas a um custo de R$ 2,5 bilhões. O benefício médio registrado pelo governo foi de R$ 189,21.

Medida precisa passar pelo Congresso

O 13º do Bolsa Família é uma das medidas criadas pelo presidente Jair Bolsonaro em seu primeiro ano de governo. Anunciada em abril, a novidade foi oficializada por meio de uma Medida Provisória publicada em outubro.

Por se tratar de Medida Provisória, o texto já conta com força de lei, mas precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional. Na última segunda-feira, o Congresso prorrogou a vigência da MP por 60 dias. Se não for votada até lá, ela perde a validade.

Governo afirma que pagamento está garantido

Em novembro, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse em entrevista que o governo tem recursos suficientes para fazer o pagamento do 13º do Bolsa Família, citando o ministro da Cidadania, Osmar Terra, pasta responsável pelo benefício.

No mesmo dia, mais cedo, a "Folha de S.Paulo" publicou reportagem dizendo que o orçamento do Bolsa Família para este ano não teria recursos suficientes para o pagamento, de acordo com análise de técnicos do Congresso.

A nota técnica do Legislativo dizia que faltavam R$ 759 milhões na reserva do programa para garantir os pagamentos, e que 4 milhões de pessoas poderiam ficar sem receber o benefício, segundo o jornal.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Bolsonaro confirma 13º no Bolsa Família

UOL Notícias

Economia