PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Economistas melhoram estimativa, mas ainda veem PIB a -6,1% este ano

Economia do país sofre impactos negativos da pandemia do coronavírus - Getty Images
Economia do país sofre impactos negativos da pandemia do coronavírus Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

13/07/2020 08h48

A previsão do mercado financeiro para a queda do PIB (Produto Interno Bruto), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, este ano teve uma leve melhora de -6,5% para -6,1%.

A queda prevista para a economia brasileira leva em consideração os impactos negativos da pandemia do coronavírus, que provocou o fechamento de várias atividades no país.

Já a projeção para a inflação foi de 1,63% para 1,72%, de acordo com os economistas. As estimativas para a taxa básica de juros (Selic) e para o dólar foram mantidas.

As previsões constam no Boletim Focus divulgado hoje pelo Banco Central. Veja as previsões dos economistas para o final de 2020:

  • PIB: passou de -6,5% para -6,1%
  • Inflação: subiu de 1,63% para 1,72%
  • Dólar: mantido em R$ 5,20
  • Selic: mantido em 2%