PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Petrobras anuncia saída do RN; governadora diz que vai lutar para reverter

Fátima Bezerra quer reunião com a diretoria da Petrobras para reverter saída da empresa do RN - Reprodução/Instagram
Fátima Bezerra quer reunião com a diretoria da Petrobras para reverter saída da empresa do RN Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

25/08/2020 08h37

A Petrobras anunciou ontem a venda do Polo Potiguar, que reúne todas as suas operações no Rio Grande do Norte. A governadora Fátima Bezerra (PT) afirmou em seu Twitter que não foi notificada e pretende dialogar com os trabalhadores locais e o governo federal para reverter a decisão da empresa.

"A saída da Petrobras do Rio Grande do Norte não é um fato qualquer de maneira nenhuma, dado o que ela representa para o nosso estado", escreveu Fátima em sua rede social.

"Repito, o governo federal não tem o direito de deixar a Petrobras sair do Rio Grande do Norte dessa forma. Isso é inaceitável. Nós lutaremos e resistiremos!", disse a governadora.

"Convocarei uma reunião de urgência com a nossa bancada federal e solicitarei uma audiência junto à diretoria da Petrobras", declarou.

Em um fato relevante anunciado aos seus investidores, a Petrobras afirmou que pretende vender a totalidade de suas participações em um conjunto de 26 concessões de campos de produção terrestres e de águas rasas no Rio Grande do Norte, que formam o Polo Potiguar.

O ativo compreende os subpolos Canto do Amaro, Alto do Rodrigues e Ubarana, com 23 concessões terrestres e três marítimas, e também inclui acesso a infraestrutura de processamento, refino, logística armazenamento, transporte e escoamento de petróleo e gás natural, informou a petroleira.

De acordo com a Petrobras, o Polo Potiguar registrou produção média de aproximadamente 23 mil barris por dia (bpd) de petróleo e 124 mil metros cúbicos diários de gás natural no primeiro semestre deste ano.

*Com informações da Reuters