PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Operação da PF apura fraudes em auxílio e ameaças ao presidente da Caixa

Pedro Guimarães, presidente da Caixa, foi ameaçado e teve dados pessoas divulgados - Foto: André Coelho/Valor
Pedro Guimarães, presidente da Caixa, foi ameaçado e teve dados pessoas divulgados Imagem: Foto: André Coelho/Valor

Do UOL, em São Paulo

02/09/2020 08h48Atualizada em 02/09/2020 17h19

A Polícia Federal deflagrou hoje uma operação que investiga fraudes no recebimento do auxílio emergencial. De acordo com a corporação, o suspeito que é alvo da ação também ameaçou e divulgou dados pessoais do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e de seus familiares.

A operação foi batizada de Falso Samaritano. Segundo a PF, durante as investigações, foi identificado que o suspeito usava dados das vítimas para se cadastrar nos aplicativos do auxílio emergencial do governo e, assim, receber o dinheiro em benefício próprio.

Ainda segundo a corporação, as ameaças a Guimarães ocorreram depois que ele alertou a população sobre a existência de golpes e declarou que iria intensificar a ação contra os fraudadores.

Estão sendo apurados os crimes de estelionato, ameaça e divulgação de dados sigilosos.