PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Perícias online do INSS começam no dia 16/11 e seguem até janeiro

A perícia online foi um pedido do TCU ao INSS para reduzir a fila de concessão - Divulgação
A perícia online foi um pedido do TCU ao INSS para reduzir a fila de concessão Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

10/11/2020 20h06

As perícias online do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começam no dia 16 de novembro e se estendem até 31 de janeiro. O atendimento por telemedicina poderá ser feito apenas para a concessão do auxílio-doença.

O serviço online foi um pedido do TCU (Tribunal de Contas da União) ao INSS para reduzir a fila de concessão de benefícios. De acordo com o governo, foram realizadas reuniões com o Conselho Federal de Medicina e Associação Nacional de Medicina do Trabalho para aperfeiçoar o protocolo.

Sem detalhar o novo documento a ser seguido pelos médicos peritos, o INSS afirmou que os órgãos, incluindo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, concordaram sobre a "necessidade de ajustes no protocolo formalizado no dia 7 de outubro, especialmente no que diz respeito à atuação do médico do trabalho".

Como deve funcionar?

A proposta é que um médico do trabalho contratado pela empresa acompanhe o funcionário na perícia médica virtual. O empregado deve concordar com o procedimento.

No atendimento, o médico da empresa terá que realizar todos os testes solicitados pelo perito médico federal e responder a questionamentos. Ele não poderá intervir nas perguntas feitas diretamente ao funcionário.

O perito do INSS, por sua vez, pode conceder o auxílio-doença, negar, ou pedir para que o funcionário compareça a uma agência, caso não fique claro se há ou não o direito ao benefício.

Como saber se a empresa em que trabalho está no projeto?

Segundo o INSS, há cerca de 300 empresas em parceria com o instituto. O funcionário deve buscar o RH da empresa para saber se ela está no projeto.