PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Pix vai oferecer pagamentos programados e cashback, diz presidente do BC

Imagem ilustrativa do Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Brasil - Cris Fraga/Estadão Conteúdo
Imagem ilustrativa do Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Brasil Imagem: Cris Fraga/Estadão Conteúdo

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

16/11/2020 10h24

O presidente do BC (Banco Central), Roberto Campos Neto, afirmou que o Pix, novo meio de pagamentos que entra em plena operação hoje, terá funcionalidades como pagamentos programados e cashback para os usuários. Ele não deu detalhes sobre quando essas funcionalidades serão oferecidas aos clientes.

Entre 03 e 15 de novembro ocorreu a operação restrita em que alguns clientes selecionados pelas instituições puderam e realizar pagamentos e transferências com o Pix.

Até ontem (15) já haviam sido cadastradas mais de 71 milhões de chaves Pix e realizadas mais de 1,9 milhão transações entre instituições diferentes, com um montante financeiro que passou de R$ 780 milhões.

"O Pix trará inclusão financeira, competição no sistema financeiro, eficiência e segurança. Transferir dinheiro e fazer o pagamento tem que ser tão fácil quanto fazer uma ligação ou mandar uma mensagem. Teremos no futuro próximo pagamentos programados e cashback", declarou Campos Neto.

Segundo o BC, 734 instituições se cadastraram para oferecer o Pix para os clientes. Outras 19 empresas, de participação facultativa, não realizaram todos os testes durante o período de operação restrita e retornaram à etapa de homologação a partir de 1º de dezembro de 2020.