PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Caixa libera saques do auxílio de R$ 300 e de R$ 600; veja todas as datas

Do UOL, em São Paulo

21/11/2020 04h00

A Caixa libera neste sábado (21) novos saques e transferências do auxílio emergencial para aniversariantes de abril e de maio que não estão inscritos no Bolsa Família. O dinheiro liberado faz parte dos ciclos de pagamentos 3 e 4.

A Caixa abrirá algumas agências neste sábado, das 8h às 12h, para atender beneficiários do auxílio —a lista completa das agências está disponível neste link.

Entenda como funcionam os diferentes pagamentos e confira o cronograma completo.

Saques dos ciclos 3 e 4

A Caixa chama de ciclo cada calendário em que todos os beneficiários (exceto os do Bolsa Família) recebem pelo menos uma parcela, independente de qual seja. A cada ciclo há dois cronogramas, ambos levando em conta a data de nascimento do beneficiário.

No primeiro calendário, o dinheiro é depositado em poupança digital da Caixa, mas só pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem para o pagamento de contas e boletos e compras por meio de cartão virtual. No segundo, fica autorizado o saque em agências da Caixa, lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Também é possível transferir o saldo para outra conta.

A Caixa já depositou em conta poupança os valores para todos, tanto no ciclo 3 quanto no 4. A data de saque e transferência é igual nesses dois ciclos. Isso quer dizer que é possível sacar duas parcelas de uma vez.

Quem poderá sacar os valores desses dois ciclos a partir de hoje são os nascidos em abril e maio. Veja o calendário:

Próximos ciclos de pagamento

Serão seis ciclos no total. A cada um deles, todos os beneficiários recebem uma nova parcela (seja de R$ 600 ou de R$ 300), conforme o mês de aniversário.

Os ciclos não valem para quem está inscrito no Bolsa Família. Esse público recebe dentro do calendário próprio do programa.

Veja a seguir os cronogramas dos ciclos 5 e 6, que ainda não começaram:

Número de parcelas a receber

A quantidade de parcelas total a que a pessoa terá direito depende do mês em que ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

  • Quem recebeu a 1ª em abril: 9 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª em maio: 8 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª em junho: 7 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª em julho: 6 parcelas

Todas as pessoas que começaram a receber o auxílio emergencial de agosto em diante terão direito apenas às cinco primeiras parcelas de R$ 600 (não receberão parcelas do auxílio extensão, de R$ 300). No ciclo 6, o último previsto, pode haver o pagamento de até três parcelas de uma vez para completar os cinco depósitos.

Mulheres chefes de família têm direito a duas cotas. Portanto, as cinco primeiras parcelas são de R$ 1.200, enquanto as quatro últimas são de R$ 600.

Saques do auxílio de R$ 300 para o Bolsa Família

Até 30 de novembro, a terceira parcela do auxílio extensão (de R$ 300) será liberada para todos do Bolsa Família que tem direito, começando pelo NIS 1 e terminando pelo NIS 0.

Não é possível acumular integramente pagamentos do auxílio e do Bolsa Família. Se o valor do seu Bolsa Família é inferior a R$ 300, você vai receber parcelas de R$ 300. Se for superior a R$ 300, vai receber o valor do Bolsa Família.

Os beneficiários podem sacar o dinheiro por meio do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Governo divulga novo calendário do auxílio emergencial

redetv