PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Imóveis em leilão têm desconto de 77%; apartamento na praia custa R$ 65 mil

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/12/2020 04h00

Os bancos Caixa, Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco e Tribanco estão fazendo neste mês leilões de imóveis. No total, são 759 imóveis à venda, entre residenciais, comerciais, terrenos e áreas rurais, com preço até 77% menor em relação ao valor do mercado. Há imóveis ocupados.

Entre todos os leilões, o imóvel mais barato é uma casa com área comercial em Duque Bacelar (MA), por R$ 22 mil (pelo Bradesco); e o mais caro é um apartamento no Jardim Guedala, em São Paulo, com lance mínimo de R$ 3,9 milhões (pela Caixa). Existem até imóveis na praia, como um apartamento em Praia Grande (SP) por cerca de R$ 65 mil. Os valores citados neste texto se referem a lances iniciais e vão mudando a todo momento por causa de novas propostas de compra feitas online. Os valores foram colhidos na segunda-feira (14).

Para participar dos leilões e poder dar lances, é preciso se cadastrar nos sites das casas leiloeiras. Os editais estão disponíveis lá.

Atenção com imóveis ocupados

Muitos imóveis estão ocupados. Cabe ao comprador tomar as providências e arcar com eventuais despesas para regularização e desocupação do imóvel, o que podem complicar a situação. Especialistas recomendam comprar preferencialmente imóveis desocupados e dão dicas, como ler o edital com atenção e visitar o imóvel antes, se possível (veja essa e outras dicas) antes de comprar imóvel num leilão.

Caixa

Os imóveis da Caixa estão sendo leiloados pela Sodré Santoro e Central Judicial Leilões. Os lotes são diferentes.

A Central Judicial Leilões realiza neste mês (dias 15, 22 e 29) leilões de imóveis. No total, são 298 imóveis (sendo 258 residenciais) em 109 municípios do estado de São Paulo. Os descontos não foram informados.

A Caixa aceita financiamento em grande parte dos imóveis; é preciso verificar as condições de venda nos editais. O banco também irá quitar débitos de IPTU e condomínios dos imóveis arrematados nos leilões do dia 22 (exceção para casos em que o comprador seja o ocupante ou ex-mutuário do imóvel).

  • Imóvel residencial mais barato: casa em Araçatuba (SP), com lance mínimo de R$ 34,2 mil. Está ocupado.
  • Imóvel residencial mais caro: casa em Ubatuba (SP), com lance mínimo de R$ 1,5 milhão. Está ocupado.

Na Sodré Santoro, são 119 imóveis, sendo 103 residenciais localizados no estado de São Paulo e na capital. Os descontos variam de 20% a 47%. Eventuais dívidas de IPTU e condomínios não serão quitadas pelo banco.

De acordo com a Sodré Santoro, 85 imóveis têm possibilidade de financiamento pela Caixa e com uso do FGTS para pagamento. As aprovações e taxas de financiamentos irão variar de acordo com o perfil de cada cliente.

Itaú Unibanco

Os leiloeiros Frazão Leilões e Biasi Leilões estão à frente dos leilões do Itaú. Os lotes são diferentes.

Na Frazão Leilões, serão dois leilões (dias 15 e 17) com 50 imóveis no total. No dia 15, são 42 imóveis, entre casas, apartamentos, prédios e uma sala comercial em 12 estados. Os imóveis estão até 70% abaixo do valor de mercado, e os débitos de condomínios e IPTU serão quitados pelo Itaú até a data do leilão.

  • Imóvel residencial mais barato: casa em Novo Hamburgo (RS), com lance mínimo de R$ 40,3 mil. Está ocupado.
  • Imóvel residencial mais caro: apartamento na Mooca, em São Paulo, com lance mínimo de R$ 566,5 mil. Está ocupado.

No dia 17, serão leiloados oito imóveis, entre comerciais, galpões e terrenos em 4 estados (SP, RJ, MG e PE).

A Biasi Leilões realiza quatro leilões do banco Itaú nos dias 16, 17, 18 e 29, com 55 imóveis em 11 estados. Os imóveis estão com preço até 77% abaixo do valor de mercado. O banco oferece desconto de 10% no valor à vista.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil está com 156 imóveis (em 14 estados) em leilão a ser realizado pela Biasi Leilões no dia 22, às 16h. Todos são residenciais, e os descontos chegam a 60%. Há quitação de débitos de IPTU e condomínio (dependendo do lote).

Tribanco

A Biasi Leilões realiza o leilão do Tribanco, com 11 imóveis em seis estados, no dia 18, às 14h. São 3 imóveis residenciais, 4 comerciais e 4 terrenos. Os descontos chegam a 60%.

Bradesco

No Bradesco, são 70 imóveis, sendo 20 residenciais, em 19 estados, com valores abaixo do mercado. Estão sendo comercializados pela Zukerman Leilões e outras empresas leiloeiras.

Para participar, o interessado deve enviar uma proposta de compra, com base nos valores definidos pelo banco. A aprovação da proposta está atrelada ao valor e à forma de pagamento. Não há financiamento. As propostas devem ser enviadas até o final de janeiro de 2021.

O modelo do Bradesco é diferente de leilão. Leilões acontecem de forma online —com propostas enviadas no mesmo momento— e têm data e horário definidos para realização e acompanhamento.

Informações

Leilão de imóveis da Caixa

  • Leiloeiro: Central Judicial Leilões
  • Datas: dias 15 (às 10h), 22 (às 10h e 14h) e 29 (às 10h).
  • Total de imóveis: 298
  • OBS: Os imóveis não arrematados no 1º leilão (dia 15) serão ofertados em 2º leilão (dia 29)

Leilão de imóveis do Itaú Unibanco

  • Leiloeiro: Frazão Leilões
  • Datas: 15 e 17, às 11h
  • Total de imóveis: 50
  • Leiloeiro: Biasi Leilões
  • Datas: 16 (às 11h), 17 (às 11h, 14h e 15h), 18 (às 11h) e 29 (às 14h)
  • Total de imóveis: 55

Leilão de imóveis do Banco do Brasil

Leilão de imóveis do Tribanco

Ofertas especiais do Bradesco

  • Leiloeiro: Zukerman Leilões
  • Data: envio da proposta até o final de janeiro de 2021
  • Total de imóveis: 70