PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

BC produziu só 12% das notas de R$ 200 prometidas para 2020

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

13/01/2021 04h00

Ao lançar a cédula de R$ 200, com o lobo guará, em setembro do ano passado, o BC (Banco Central) informou que seriam produzidas 450 milhões de notas até o fim do ano, o equivalente a R$ 90 bilhões. Entretanto, só 53,3 milhões de unidades - R$ 10,7 bilhões - estavam em circulação até 31 de dezembro de 2020, o equivalente a 12% do total prometido.

Quando anunciou o lançamento da nota de R$ 200, a diretora de Administração do BC, Carolina de Assis Barros, declarou que a pandemia do coronavírus exigiu um maior número de cédulas em circulação no país.

Sem uma nota de R$ 200, segundo ela, haveria o risco de falta de papel-moeda. O pagamento do auxílio emergencial levou mais pessoas a sacar dinheiro nos bancos e caixas eletrônicos, o que exigiu uma ação do BC.

BC não definiu quantas notas de R$ 200 produzirá

Procurado, o BC não informou por que o número de cédulas produzidas ficou tão abaixo do previsto. Afirmou apenas que a produção segue o cronograma planejado e que o ritmo de uso da nota evolui "em linha com o esperado".

Para 2021, ainda não há uma estimativa de quantas cédulas de R$ 200 serão produzidas. "O contrato de fornecimento de cédulas para 2021 está em fase de análise, sem qualquer definição de quantidades no momento", afirmou o BC.

O animal escolhido para estampar a nota de R$ 200 foi o lobo-guará. Esta é a sétima cédula da família de notas do real, que já tem notas de R$ 2, R$ 5, R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100. As notas de R$ 1 não são mais produzidas.