PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Erro no Carrefour levou a descontos irreais, como máquina de lavar a R$ 400

Carrefour entrou para os trending topics após bug nos preços no site - Philippe Huguen/AFP
Carrefour entrou para os trending topics após bug nos preços no site Imagem: Philippe Huguen/AFP

Hygino Vasconcellos

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

01/04/2021 13h40Atualizada em 01/04/2021 18h50

Uma falha no sistema de compras online do Carrefour chegou a gerar descontos de mais de 80% em produtos. Máquina de lavar, TV LED e Smartphones foram alguns dos produtos vendidos abaixo do preço no site do Carrefour, após a plataforma apresentar problemas na manhã de hoje.

Uma máquina de lavar de R$ 2.449 estava custando R$ 419,90 com o erro, por exemplo. A situação, confirmada pela rede francesa ao UOL, ocorreu entre a noite de ontem e madrugada de hoje no Brasil.

Funcionários da empresa trabalham internamente para identificar o problema e saber o que pode ter ocorrido. A marca avalia se vai estornar as compras, cancelar os pedidos ou recorrer a outra solução aos clientes que adquiriram produtos durante o período do bug. A falha fez o Carrefour aparecer nos trends topics do Twitter na manhã de hoje (veja abaixo).

O atendente Thiago Salles, 22 anos, acordou às 6h e, ao conferir as redes sociais, deparou-se com mensagens de outras pessoas em um grupo relatando os preços baixos no site do Carrefour. Ele não pensou duas vezes: comprou um celular Motorola G30 e uma máquina de lavar 16 kg.

O desconto para o aparelho telefônico era de R$ 1899,10 e o preço final apresentado por R$ 419,90. Já a lavadora de roupas também tinha um abatimento generoso de R$ 1494,78 e era ofertada por R$ 389.90. Salles mora com a família e a máquina de lavar está com um defeito e, por isso, a nova compra resolveria um problema. Porém, às 9h20 as aquisições foram canceladas.

"Fiquei um pouco ansioso quando fiz o pedido, sabia que poderia ser cancelado a qualquer momento. Mas daí lembrei quando deu erro na Magalu em 2019 e os pedidos foram entregues", explicou o jovem ao UOL. Após pagar pelos dois produtos, o atendente também tentou fazer outras compras - dois televisores de 43 e 55 polegadas e outros dois celulares. Porém, a compra acabou não sendo finalizada.

Já a estudante Rafaela Borin Barreto, 22 anos, mora no Mato Grosso e foi acordada às 5h por um telefonema de uma prima, que avisava dos descontos. Ela não perdeu tempo e comprou duas geladeiras, uma máquina de lavar e secar roupas e uma televisão 65 polegadas, contou a jovem ao UOL.

Passado das 9h, as compras foram canceladas e os valores estornados no cartão de crédito. "Eu imaginei que poderia acontecer, sim. Na verdade, depois que realizei as compras fui ver a avaliação da loja do Carrefour online no Reclame Aqui e dei uma lida em alguns comentários das pessoas nas redes sociais. Havia muitas reclamações sobre pedidos que foram cancelados e que demoraram meses para serem estornados, isso fora do bug", conta a estudante.

A prima e a irmã de Rafaela também fizeram compras, que também foram canceladas. Porém, ainda não houve o ressarcimento, já que pagaram por boleto. "Estou preocupada com minha irmã que efetuou a compra por boleto. Ela está até agora (17h de hoje) sem nenhuma informação sobre o motivo do pedido ser cancelado e muito menos se e quando será estornado."

O Carrefour é obrigado a manter o preço com desconto?

A marca foi notificada hoje pelo Procon de São Paulo para esclarecimentos. "É uma providência nossa para que se explique o que aconteceu, se foi instabilidade no sistema, quantas vendas foram realizadas no período, quais descontos foram praticados. Vamos entender o cenário, vamos notificar para pedir esclarecimentos sobre isso", afirma o chefe de gabinete do órgão, Guilherme Farid.

O Procon deve avaliar ainda se os preços precisam ser mantidos ou não pelo Carrefour para os clientes que fizeram compras durante o bug - isso depende se o órgão entender que, de fato, houve uma falha grande no sistema de vendas.

"Se, de fato, constatar que foi um erro grosseiro do sistema em que produtos de alto valor estão sendo vendidos de 'graça', por um valor muito pequeno, de fato não dá para exigir do estabelecimento o cumprimento forçado da oferta. Por exemplo, uma máquina de lavar que está sendo vendida por R$ 10. Então aí a gente percebe que houve erro. A gente sabe que erros ocorrem e nesse caso não dá para se aproveitar de um erro quanto uma oferta publicada indevidamente", declara Farid.

Por outro lado, caso se identifique que o desconto foi "razoável", a marca terá que manter os valores. "(Neste caso) a empresa permitiu ao consumidor finalizar a compra, clicar no botão, comprar e finalizar a compra. Aí sim o estabelecimento é obrigado a cumprir a oferta", diz Farid.

O representante do Procon-SP salienta que a avaliação vai depender do "bom senso". "Será analisado se o erro ou bug provocou um erro grosseiro ou não, ou se provocou um desconto que normalmente é dado pela empresa de modo que o consumidor não conseguiu desconfiar de que aquilo se tratava de um erro", finaliza.

O Carrefour tem até a próxima quarta-feira (7) para responder a notificação do Procon. Em nota, a empresa pediu desculpas: "É 1º de abril, mas não foi brincadeira. O site do Carrefour Brasil apresentou problemas na madrugada desta quinta-feira e pedimos desculpas aos nossos clientes pelos transtornos. A empresa está entrando em contato diretamente com todos os clientes para seguir com os próximos passos", salientou a marca francesa.

Bug viralizou no Twitter

Mais de 6 mil postagens foram feitas no Twitter até o começo da tarde de hoje, o que fez a marca aparecer nos trends topics da rede social. As publicações se dividiam entre aqueles que ficaram inconformados por terem perdido a "oferta" e outros que afirmaram terem feito compras no site.


Relatos de cancelamento dos pedidos

Apesar de o Carrefour ainda não ter definido se irá cancelar ou não as compras, alguns clientes já compartilharam que as aquisições abaixo do preço foram estornadas ou canceladas, momentos após a confirmação dos produtos.