Conteúdo publicado há 17 dias

Portaria reajusta auxílio-alimentação de servidores federais de R$ 658 para R$ 1 mil

A ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, formalizou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 30, o acordo fechado com entidades representativas dos servidores públicos federais por um reajuste de 52% no valor do auxílio-alimentação da categoria. Portaria assinada pela ministra estabelece que o valor mensal do auxílio passa a ser de R$ 1 mil em todo o território nacional, com efeitos financeiros a partir de 1º de maio de 2024.

A decisão alcança os servidores da administração pública federal direta, autárquica e fundacional.

O valor em vigor até esta terça-feira é de R$ 658. As negociações foram conduzidas pelo ministério comandado por Dweck.

Segundo nota divulgada à imprensa, já no ano passado, os servidores tiveram um aumento salarial linear de 9% e uma elevação de 43,6% no auxílio-alimentação, que era R$ 458 e foi para R$ 658.

No acordo, também ficou decidido que haverá um aumento no auxílio-saúde, denominado de assistência à saúde complementar per capita média. O valor do benefício, hoje de R$ 144,38, passará para cerca de R$ 215.

Também haverá um acréscimo no auxílio-creche, que é de R$ 321 e vai para R$ 484,90. O ato relativo ao auxílio-saúde também está no Diário Oficial desta terça.

Deixe seu comentário

Só para assinantes