PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

'Sem crédito, você não vai até a esquina no capitalismo', diz Haddad

Do UOL, em São Paulo

10/05/2021 19h33Atualizada em 11/05/2021 07h13

Candidato à presidência em 2018, Fernando Haddad (PT) teve uma discussão hoje sobre o cenário econômico durante os governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Entrevistado do dia no podcast Flow, o ex-prefeito de São Paulo defendeu a política de incentivo ao crédito promovida por Lula, em oposição à opinião de um dos apresentadores do programa.

Bruno Auib, mais conhecido como Monark, disse que Lula "expandiu o crédito absurdamente", o que provocou um "endividamento da população", com pessoas que hoje enfrentam dificuldades financeiras por terem contraído empréstimos para comprar um carro ou uma casa. Haddad rebateu e disse que a expansão do crédito não ocorreu "absurdamente".

"Meu amigo, sem crédito, você não vai até a esquina no capitalismo", disse Haddad, que tem mestrado em economia. "O que alavanca o capitalismo é o crédito", acrescentou o ex-ministro da Educação.

A discussão seguiu porque Monark argumentou que o que alavanca o capitalismo é a "produção", e não o crédito.

"O que alavanca a produção?", questionou Haddad, novamente se referindo à oferta de crédito, ouvindo de Monark que seriam "novas ideias" e "investimento".

Logo após, o anfitrião comparou a economia a uma máquina que precisa de combustível. "Crédito é combustível. Para colocar combustível precisa ter uma máquina. A máquina é muito mais importante que o combustível. Não adianta pôr crédito em máquina que bebe combustível para c...", disse Monark.

Inteligência financeira "baixíssima"

A discussão seguiu com Haddad tentando diferenciar o crédito "para o consumidor e para o produtor".

Se o cara, por exemplo, consegue organizar a vida dele e faz caber a prestação dentro da renda dele, ele toca a vida com crédito, é ótimo para a economia isso.
Fernando Haddad, candidato à presidência em 2018

A discussão só teve fim quando Monark, que afirmou ver o "empreendimento" como o que move a economia, resumiu seu pensamento sobre a capacidade do brasileiro de lidar com empréstimos e prestações.

Mas não é isso que acontece com o brasileiro [viver bem com prestações], dada a nossa inteligência financeira que é baixíssima.
Monark, youtuber e apresentador do podcast Flow

Repercussão nas redes

Nas redes sociais, a discussão movimentou comentários de ambos os lados hoje, com apoios aos argumentos tanto de Haddad como de Monark. O vídeo ganhou repercussão por que foi compartilhado pelo perfil do MBL (Movimento Brasil Livre), com a legenda de que Monark "deu uma aula de economia" para Haddad.

Confira algumas reações: