PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Maia sobre gestão Bolsonaro: 'Inflação vai destruindo poder de compra'

O deputado Rodrigo Maia fez críticas ao governo Bolsonaro em uma rede social sobre o aumento no preço do gás de cozinha -  Maryanna Oliveira/Agência Câmara
O deputado Rodrigo Maia fez críticas ao governo Bolsonaro em uma rede social sobre o aumento no preço do gás de cozinha Imagem: Maryanna Oliveira/Agência Câmara

Colaboração para o UOL

14/06/2021 18h25

O deputado federal Rodrigo Maia (DEM) fez críticas ao governo Bolsonaro em uma rede social na tarde de hoje. O político citou uma matéria publicada pelo UOL sobre a alta de 5,9% no preço do gás de cozinha e comentou o assunto.

"Bolsonaro trocou o presidente da Petrobras e prometeu reduzir o preço do gás de cozinha. A matéria mostra o contrário e a inflação vai destruindo o poder de compra dos brasileiros", disse Maia.

O preço médio do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), ou gás de cozinha, da Petrobras teve o aumento de 5,9% e começou a valer a partir de hoje. Com isso, passa para R$ 3,40 o quilo, segundo a companhia.

Esse é o 15º aumento seguido. Na segunda semana de junho, o preço médio do botijão de 13 quilos chegava a R$ 103,34.

Segundo a Petrobras, o aumento segue o mercado internacional e acompanha as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio, para cima e para baixo.

As distribuidoras e revendedores são livres para definir se e como repassarão esse aumento.

Veja o preço médio do gás de cozinha nas capitais

Os valores são referentes à semana de 6 a 12 de junho, de acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). As capitais estão ordenadas de acordo com o preço do botijão.

Cuiabá (MT) - R$ 103,34

Macapá (AP) - R$ 103

Rio Branco (AC) - R$ 102,70

Boa Vista (RR) - R$ 102,40

Porto Velho (RO) - R$ 98,67

Fortaleza (CE) - R$ 93,71

Belém (PA) - R$ 92,91

Palmas (TO) - R$ 92,79

Natal (RN) - R$ 92,70

Manaus (AM) - R$ 91,65

Florianópolis (SC) - R$ 90

Goiânia (GO) - R$ 90

Teresina (PI) - R$ 88,88

Vitória (ES) - R$ 87,83

João Pessoa (PB) - R$ 86,58

São Paulo (SP) - R$ 85,95

São Luís (MA) - R$ 85,49

Belo Horizonte (MG) - R$ 84,87

Curitiba (PR) - R$ 84,62

Porto Alegre (RS) - R$ 84,33

Maceió (AL) - R$ 82,82

Aracaju (SE) - R$ 82,47

Campo Grande (MS) - R$ 81,39

Brasília (DF) - R$ 79,88

Salvador (BA) - R$ 79,76

Rio de Janeiro (RJ) - R$ 77,38

Recife (PE) - R$ 77,28