PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Mídia e Marketing

O que esperar da edição virtual do Cannes Lions deste ano?

Divulgação
Imagem: Divulgação

Renato Pezzotti, com GoAdMedia*

18/06/2021 17h42

O principal evento de criatividade do mundo acontece na semana que vem. Em formato inédito, o Cannes Lions vai premiar, neste ano, os melhores trabalhos inscritos no festival em 2020 e 2021.

O evento será realizado de forma virtual, entre os dias 21 e 25 de junho, com transmissão ao vivo ao longo de toda a semana, incluindo a revelação dos ganhadores dos "Leões" em diferentes 30 categorias.

O festival, com acesso apenas para inscritos, também contará com palestras e debates sobre tendências e transformações da publicidade, além de performances e sessões de networking virtuais. Um único evento presencial está previsto para ser realizado em Nova York, no Whitney Museum of American Art, em parceria com a MediaLink.

Os Leões serão anunciados ao vivo, via streaming, seguidos por análises de jurados e entrevistas com vencedores. Os shortlists de Titanium, Innovation, e Glass Lions já foram revelados.

O Brasil tem quatro finalistas nestas categorias: o movimento "#GoEqual", criado pela agência Africa, concorre em Titanium; em Innovation, disputa o case "Código da Consciência", criado pela AKQA para o Instituto Raoni; já em Glass, disputam "Museu do Impedimento", da AKQA para o Google e "Eu Sou", campanha do Starbucks feita pela VMLY&R.

Brasil é terceiro entre número de inscritos

As empresas brasileiras inscreveram 1.472 trabalhos no festival deste ano -o número é 30% menor que o da edição anterior da premiação, realizada em 2019.

O Brasil é a terceira maior força no total de concorrentes, atrás apenas de Estados Unidos e Reino Unido. No total, mais de 29 mil campanhas, de 90 países, concorrem aos prêmios.

Para os jurados desta edição do Cannes Lions, que, pela primeira vez, estão realizando o trabalho de análise de forma integralmente virtual, se impõe o desafio de estabelecer quais mensagens cada um dos campos estratégicos para a indústria publicitária passam no contexto da pandemia de Covid-19.

Os trabalhos premiados deverão refletir desafios das marcas diante das crises provocadas pelo novo coronavírus, questões sociais urgentes, como o combate ao racismo e à desinformação, além dos movimentos de transformação digital nas empresas em todo o mundo.

Conteúdo: marcas, ativismo e cultura

A agenda de conteúdo prevê sessões live e on demand, em torno de oito grandes temas, de marcas com propósito a novas plataformas.

Entre os participantes estão criativos e líderes de marcas, além de personalidades como a atriz e produtora Reese Witherspoon, o historiador Yuval Noah Harari, a cantora, compositora e atriz Brandy e a estrategista de mídia e ativista April Reign, criadora do movimento #OscarsSoWhite.

Outros nomes já conhecidos no contexto do Cannes Lions marcarão presença também na edição online do evento: Madonna Badger, Wendy Clark, Julia Goldin e Mark Read, entre outros.

Experiência virtual

Como um dos pontos altos do Cannes Lions são as interações e conversas que normalmente acontecem nos lounges espalhados por La Croisette, avenida principal da cidade do sul da França, o festival criou, nesta edição, uma experiência imersiva em 3D que permitirá ativação de marcas e networking. Ao entrar no ambiente virtual, cada pessoa se transforma automaticamente em um avatar, e pode interagir com os demais participantes.

*Parceiro do UOL, a GoAd Media produz de conteúdo para o mercado de comunicação e marketing

Mídia e Marketing