PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Nathalia Arcuri: Adultos devem se responsabilizar por educação financeira

Colaboração para o UOL

09/07/2021 11h47

Para a apresentadora e especialista em finanças Nathalia Arcuri, a educação financeira de uma sociedade não deve ser encarada como uma responsabilidade exclusiva da escola, na infância.

"É importante que os adultos que não tiveram essa educação na infância se responsabilizem e não coloquem sobre a próxima geração essa responsabilidade que é sua", disse Nathalia ao participar hoje do UOL Entrevista, conduzido pelo apresentador Diego Sarza e pela colunista Carla Araújo.

Criadora do Me Poupe!, canal do YouTube que traz conteúdos sobre finanças pessoais, a apresentadora fez críticas à falta de consciência sobre finanças da população como um geral e declarou que "informação, hoje, não falta".

"Eu comecei essa leva de democratização da educação investidora, mas não sou a única, tem muitos conteúdos", afirmou.

Ela disse acreditar que a escola tem, de fato, o seu papel no que diz respeito ao conhecimento sobre finanças —"mas os pais e cada um de nós, como indivíduo, também têm", ponderou.

Claro, a gente pode ir para as bases, para a educação financeira infantil, mas também não acho correto dizer que só faltou isso. Hoje não falta conteúdo e conhecimento, falta vontade.

Oportunidades e mudanças no mercado

Na entrevista, a apresentadora afirmou ser preciso mudar a forma de pensar não só em investimentos, mas também no mercado de trabalho como um todo. Para ela, não é possível entrar em uma universidade, por exemplo, imaginando que o mercado permanecerá o mesmo quatro anos depois, na conclusão do curso.

"As pessoas vão buscar oportunidade de ganhar mais dinheiro fazendo uma faculdade. Faz sentido eu acreditar que, daqui a quatro anos, o mundo vai estar igual a hoje? Qual é o seu projeto que você vai cumprir através daquela universidade?", questionou.

Para ela, "se a pessoa entra na universidade hoje com o intuito de ter um emprego no final, muito provavelmente vai ficar naquela ilusão de que o mercado está difícil. Mas não é o mercado que está difícil. O mercado mudou", afirmou.

Essas mudanças, segundo Nathalia, são de diversas esferas: "Os movimentos, a tecnologia, a forma de trabalhar, tudo isso mudou. E isso vale para as empresas também. As empresas que não se adaptarem vão morrer", disse.

Por isso, para a especialista, é imprescindível capacitar as pessoas para que elas entendam que "não existe garantia". "Existe você se proteger do imponderável", declarou, em uma referência à necessidade de se ter reservar financeiras e buscar sempre os melhores investimentos.

Saída da RedeTV!: 'Fiquei incomodada'

Nathalia também confirmou que pediu demissão da RedeTV! por discordar de falas homofóbicas de Sikêra Jr. Em data próxima ao Dia do Orgulho LGBTQIA+, o apresentador do "Alerta Nacional" chamou a comunidade de "raça desgraçada".

"Eu fiquei incomodada e me retirei, foi uma decisão simples. Um valor meu foi corrompido. A gente está vivendo um período muito polarizado e foi um pouco a gota d'água. Tinha outras posturas com que eu não concordava, mas eu não tinha chegado ao meu limite", afirmou.

Nathalia disse que, quando fechou o acordo com a RedeTV!, tinha consciência de que estaria "exposta" aos demais conteúdos e programas da emissora.

"Se fosse na minha empresa não teria conversa, adeus. O que está no contrato, dane-se. É um valor que foi corrompido", afirmou a apresentadora. "Não posso exigir que a emissora tome uma postura. Como dona da minha empresa, fiz o que estava ao meu alcance", completou.

Segundo Nathalia, sua atitude não aconteceu como forma de "posicionamento". "Fiz porque é o que eu acredito", disse. "Não sabia que essa decisão teria essa repercussão, porque pra mim é uma coisa tão simples", declarou ainda.