PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

10 min de chuveiro por dia deixam conta de luz bem mais cara; veja quanto

Filipe Andretta

Do UOL, em São Paulo

20/07/2021 04h00

As últimas semanas não foram boas para o bolso de quem usa chuveiro elétrico. O frio chegou, o que obriga a banhos na potência máxima do chuveiro, e a conta de luz ficou mais cara por causa do novo valor da bandeira vermelha e do reajuste na tarifa de várias distribuidoras.

Segundo cálculos da Enel SP (distribuidora que atende 18 milhões de pessoas em 24 municípios na região metropolitana de São Paulo), usar o chuveiro elétrico na potência máxima durante dez minutos por dia custa agora R$ 28,93 por mês.

Uma família em São Paulo com quatro pessoas em que todas tomem banhos de dez minutos pagaria R$ 115,72 todo mês só pelo uso do chuveiro elétrico.

O cálculo leva em consideração um chuveiro de 5.400 watts na chave inverno, que usa a potência máxima —algo comum para quem convive com o frio em São Paulo desde o final de junho.

Energia ficou ainda mais cara em julho

Desde 4 de julho está valendo a nova tarifa da Enel, aprovada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O reajuste foi de 11,38% para clientes residenciais.

Também em julho entrou em vigor o novo valor da bandeira vermelha patamar 2: de R$ 6,243 por 100 kWh consumidos, subiu para R$ 9,49 por 100 kWh (um aumento de 52%).

As bandeiras tarifárias são cobradas na conta de luz dependendo das condições de geração de energia no país. Quando a situação é favorável, não há cobrança (bandeira verde). Quando há problemas, são cobradas as bandeiras amarela, vermelha ou vermelha patamar 2, a mais alta.

O Brasil enfrenta uma seca histórica no Sudeste e no Centro-Oeste, o que afetou a maior parte da geração hidrelétrica. Por isso, desde dezembro de 2020 estão sendo acionadas bandeiras amarelas e vermelhas, que são anunciadas mês a mês.

Pelos cálculos da Enel, dez minutos de chuveiro por dia custariam hoje R$ 26,29 por mês na bandeira verde —R$ 2,64 a menos do que o valor na bandeira vermelha patamar 2. Em uma família com quatro pessoas, a diferença só pela bandeira tarifária chega a R$ 10,56 por mês.

A conta de luz é um dos itens que mais pesam na inflação atual. A energia elétrica residencial acumula alta de 14,2% em 12 meses no IPCA de junho (inflação oficial calculada pelo IBGE). Em São Paulo, a inflação acumulada da eletricidade é ainda maior: 17,33%.

Dicas para economizar

Confira a seguir recomendações da Enel para reduzir gastos com o chuveiro elétrico.

  • Fique o mínimo de tempo possível com o chuveiro ligado
  • Programe-se para usar o chuveiro em horários mais quentes do dia. Na chave "verão" (ou "morno"), a economia é de aproximadamente 30%
  • Procure chuveiros de baixo consumo de energia, de preferência com selo A do Procel (nacionais) ou Energy Star (importados)