PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

PF investiga fraudes em cerca de 5 mil benefícios do auxílio emergencial

As ações ocorrem em três estados com a participação de aproximadamente 60 policiais federais - Divulgação/PF
As ações ocorrem em três estados com a participação de aproximadamente 60 policiais federais Imagem: Divulgação/PF

Do UOL, em São Paulo

05/08/2021 07h24

A PF (Polícia Federal) deflagrou hoje uma operação contra um grupo suspeito de fraudes envolvendo o auxílio emergencial. As ações ocorrem nos estados do Rio de Janeiro, Santa Catarina e Minas Gerais.

A operação, batizada de "Voitheia II", cumpre quatro mandados de prisão preventiva e 22 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 10ª Vara Federal Criminal no Rio de Janeiro, além do cumprimento da determinação judicial de sequestro dos bens dos investigados.

Segundo a PF, os responsáveis pela investigação estimam que cerca de 5 mil benefícios do auxílio emergencial foram fraudados pela organização criminosa.

Na primeira fase da operação, deflagrada em abril deste ano, a PF prendeu quatro pessoas em flagrante. Voitheia, em grego, significa auxílio.

Segundo a corporação, os trabalhos realizados são resultado da EIAFAE (Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial), da qual participam a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.

"Os objetivos da atuação interinstitucional são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas, com a responsabilização de seus integrantes, além da recuperação aos cofres públicos do valores pagos indevidamente", explicou a PF, em nota.

PUBLICIDADE