PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Investimento estrangeiro no país soma US$ 6,1 bilhões em julho, diz BC

Banco Central divulgou hoje Estatísticas do Setor Externo, com dados sobre investimentos estrangeiros no Brasil - Getty Images
Banco Central divulgou hoje Estatísticas do Setor Externo, com dados sobre investimentos estrangeiros no Brasil Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

25/08/2021 09h48Atualizada em 25/08/2021 11h42

Os investimentos estrangeiros diretos no país (IDP) somaram US$ 6,1 bilhões em julho, segundo dados das Estatísticas do Setor Externo divulgados hoje pelo Banco Central. No mesmo mês do ano passado, os investimentos estrangeiros totalizaram US$ 5,2 bilhões.

O resultado ficou acima do previsto por analistas consultados pela agência de notícias Reuters, que esperavam o IDP em US$ 4,45 bilhões. Pelos cálculos do Banco Central, o IDP de julho indicaria entrada de US$ 4,7 bilhões.

Nos doze meses encerrados em julho, o IDP totalizou US$ 47,5 bilhões (3,04% do PIB), contra US$ 46,6 bilhões (3,02% do PIB) no mês anterior e US$ 65,5 bilhões (4,06% do PIB) em julho de 2020. A estimativa do BC para este ano é de IDP de US$ 60 bilhões.

Quase todo o montante que entrou no país (US$ 6 bilhões) no mês passado veio por meio de participação no capital, enquanto as operações intercompanhia somaram US$ 78 milhões.

Investimento em ações

O investimento estrangeiro em ações brasileiras ficou negativo em US$ 2,028 bilhões em julho. Em igual mês do ano passado, o resultado havia sido positivo em US$ 330 milhões. No acumulado do ano até julho, o saldo ficou positivo em US$ 6,667 bilhões.

Já o investimento líquido em fundos de investimentos no Brasil ficou positivo em US$ 874 milhões em julho. No mesmo mês do ano passado, ele havia sido positivo em apenas US$ 3 milhões. Nos sete primeiros meses do ano, os fundos registram entradas líquidas de US$ 589 milhões.

O saldo de investimento estrangeiro em títulos de renda fixa negociados no país ficou positivo em US$ 1,911 bilhão em julho. No mesmo mês do ano passado, havia ficado positivo em US$ 553 milhões. No acumulado de 2021 até julho, o saldo em renda fixa ficou positivo em US$ 14,007 bilhões.

Operações comerciais têm rombo de US$ 1,6 bi

Segundo os dados divulgados pelo BC, o Brasil registrou déficit de US$ 1,6 bilhão em transações correntes —operações comerciais feitas entre o Brasil e os outros países, como importações, exportações, pagamento de juros da dívida externa e outros— em julho.

Em pesquisa da Reuters, a expectativa era de déficit bem mais modesto, de US$ 650 milhões. No acumulado em 12 meses, o rombo nas transações correntes representam 1,3% do PIB.

(*Com informações do Estadão Conteúdo e Reuters)

PUBLICIDADE