PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Brasil tem 40 novos bilionários em 2021, ano de pandemia, diz Forbes

Colaboração para o UOL

27/08/2021 15h52

Apesar da pandemia e da crise econômica que se instala no Brasil, o país tem 40 novos representantes na lista de bilionários em 2021 da Forbes. Segundo a revista, os desafios do último ano esquentaram o mercado de capitais e favoreceram ainda mais o "clube dos super ricos".

O brasileiro mais rico entre os novatos da lista é Marcelo Rodolfo Hahn, de 52 anos, com um patrimônio estimado em R$ 7,54 bilhões. Em grande parte, o acumulado é pela participação na Blau Farmacêutica, uma das principais da América Latina.

Outro destaque é Israel Fernandes Salmen, de 33 anos, e um valor de R$ 1,15 bilhão, pela listagem de ações na sua empresa de cashback, a Méliuz. O sócio e CEO da companhia, Ofli Campos Guimarães, também consta na lista com um valor semelhante ao colega.

Além das formações tradicionais dos mais ricos, o ranking abriu espaço para Pedro Paulo Chiamulera, de 57 anos, um ex-atleta e cientista da computação. Chiamulera, que conquistou R$ 2,53 bilhões e já competiu em Olimpíadas, criou e lidera a ClearSale, empresa antifraude.

Roberto Saddy Chade, principal acionista da Dotz, é outro dos novatos. Aos 48 anos, ele acumulou R$ 1,53 bilhão.

A Forbes vê mais diversidade no ranking de 2021 pelo fato dos 42 novos bilionários serem de 34 empresas diferentes. A Metalúrgica Schulz é uma das exceções, com três novos bilionários no páreo: Gert Heinz Schulzr, Waldir Carlos Schulzr e Ovandi Rosenstock.

A lista da Forbes no Brasil segue os mesmos critérios dos Estados Unidos para chegar aos mais ricos. Para serem considerados, os bilionários precisam ter companhias listadas em bolsas de valores como principal fonte de informação.

Além disso, foi levado em conta o fechamento do primeiro semestre de 2021. Nesse ano, o patrimônio combinado dos bilionários do Brasil seria de R$ 1,9 trilhão.

O ranking geral dos brasileiros mais ricos, no entanto, tem pouca diversidade de gênero e raça. Entre os dez maiores bilionários brasileiros, apenas pessoas brancas e uma única mulher, a viúva de Joseph Safra, Vicky Sarfati Safra. Veja a lista:

  • 1º - Eduardo Luiz Saverin

Idade: 39 anos

Patrimônio: R$ 97,5 bilhões

Origem da fortuna: Facebook

  • 2º - Jorge Paulo Lemann

Idade: 81 anos

Patrimônio: R$ 96,5 bilhões

Origem da fortuna: Ambev, Banco Garantia

  • 3º - Marcel Herrmann Telles

Idade: 71 anos

Patrimônio: R$ 64,5 bilhões

Origem da fortuna: Ambev, Banco Garantia

  • 4º - Carlos Alberto da Veiga Sicupira e família

Idade: 71 anos

Patrimônio: R$ 49,5 bilhões

Origem da fortuna: Ambev, Banco Garantia

  • 5º - Rubens Ometto Silveira Mello

Idade: 71 anos

Patrimônio: R$ 46 bilhões

Origem da fortuna: Cosan

  • 6º - André Santos Esteves

Idade: 52 anos

Patrimônio: R$ 39,5 bilhões

Origem da fortuna: Banco BTG Pactual

  • 7º - Vicky Sarfati Safra

Idade: 68 anos

Patrimônio: R$ 37 bilhões

Origem da fortuna: Banco Safra

  • 8º - Alexandre Behring da Costa

Idade: 54 anos

Patrimônio: R$ 36,5 bilhões

Origem da fortuna: 3G Capital

  • 9º - Jacob, Esther, Alberto e David Safra

Idade: 45, 43, 41 e 36 anos

Patrimônio: R$ 35,5 bilhões

Origem da fortuna: Banco Safra

  • 10º - Alceu Elias Feldmann

Idade: 71 anos

Patrimônio: R$ 30,5 bilhões

Origem da fortuna: Fertipar

PUBLICIDADE