PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Gleisi pede que Guedes e Caixa expliquem denúncia contra Michelle Bolsonaro

Brasília, DF- 05/07/2021 -  Ministro da Economia, Paulo Guedes, recebe a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, para doação da campanha de agasalhos - EDU ANDRADE/Ascom/ME/EDU ANDRADE/Ascom/ME
Brasília, DF- 05/07/2021 - Ministro da Economia, Paulo Guedes, recebe a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, para doação da campanha de agasalhos Imagem: EDU ANDRADE/Ascom/ME/EDU ANDRADE/Ascom/ME

Colaboração para o UOL, em Brasília

01/10/2021 22h08Atualizada em 04/10/2021 15h04

A deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) pediu hoje que o ministro da Economia, Paulo Guedes, preste esclarecimentos sobre um suposto favorecimento por parte da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, para conceder mais facilmente empréstimos da Caixa Econômica Federal para amigos durante a pandemia da covid-19. A denúncia foi feita por uma reportagem da revista "Crusoé".

O requerimento foi enviado à Câmara dos Deputados. A presidente nacional do PT pediu para ter acesso a cópias de e-mails enviados pela esposa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ou pela assessoria dela, assim como as solicitações de operações de crédito feitas por pessoas próximas a Michelle e o procedimento interno da Caixa para aprovar as demandas.

Gleisi fez um requerimento semelhante ao banco sobre esse mesmo assunto. A deputada também deseja ter acesso ao nome das empresas e sócios que tiveram as linhas de crédito concedidas pela Caixa, especialmente em uma agência em Taguatinga, no Distrito Federal.

Mais cedo, a Procuradoria da República no Distrito Federal confirmou ao UOL que irá investigar as supostas movimentações feitas por Michelle.

Ao UOL, o Ministério da Economia disse que não comentará sobre o pedido de Gleisi. A Caixa Econômica Federal foi contatada pela reportagem, mas até o momento de publicação, não houve resposta.

Outro pedido

Hoje, o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) encaminhou à PF (Polícia Federal) um ofício no qual demanda que um inquérito seja aberto para analisar as "denúncias graves" da Crusoé contra Michelle Bolsonaro e a Caixa Econômica.

A reportagem da revista "Crusoé" diz que documentos indicam que Michelle tratou do tema pessoalmente com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Um e-mail divulgado pela publicação mostra uma assessora da primeira-dama avisando sobre o envio de "documentos dos microempresários de Brasília que têm buscado créditos a juros baixos". A mensagem ainda faz referência a uma conversa telefônica entre Michelle e Pedro Guimarães sobre o assunto.

PUBLICIDADE