PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Auxílio Brasil: apps falsos colocam seus dados em risco; veja qual o certo

Há pelo menos dez aplicativos não oficiais do Auxílio Brasil na Play Store, do Android; na App Store, há apenas a plataforma oficial - Getty Images
Há pelo menos dez aplicativos não oficiais do Auxílio Brasil na Play Store, do Android; na App Store, há apenas a plataforma oficial Imagem: Getty Images

Nicole D'Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/11/2021 11h53

O aplicativo do Auxílio Brasil permite que você consulte as parcelas e valores do benefício e receba mensagens e informações sobre o programa, incluindo o calendário de pagamento.

Mas têm surgido na internet plataformas falsas, usando o nome do programa, o que representa um risco para a sua segurança digital, afinal, golpistas podem seus os aplicativos para roubar os dados pessoais inseridos neles.

Como identificar o aplicativo certo

O aplicativo oficial do Auxílio Brasil está disponível para Android e iOS:

Se você tiver dúvidas, verifique as seguintes informações:

  • O nome da plataforma é Auxílio Brasil CAIXA
  • O desenvolvedor é a Caixa Econômica Federal
  • O ícone é um fundo azul com os dizeres Auxílio Brasil (Brasil, com as cores verde e amarelo)

Vale lembrar que, de acordo com a Caixa, você também pode consultar os valores e outras informações do programa no antigo aplicativo do Bolsa Família.

A Caixa disponibiliza um documento em PDF ensinando como baixar e mexer no aplicativo so Auxílio Brasil.

Riscos dos apps falsos

Aplicativos falsos representam várias ameaças, "como criação de perfil falso em redes sociais, abertura de conta em bancos digitais, uso de cartão de crédito, entre outros", afirma Henrique Rocha, advogado especialista em segurança digital da Peck Advogados.

Os problemas podem ir além da posse de dados pessoais: os apps maliciosos podem acessar sua câmera e microfone e informações dentro do celular - como agenda e contatos - por meio de permissões do aplicativo.

No caso do Auxílio Brasil, há pelo menos dez aplicativos não oficiais na Play Store, do Android. Já no iOS, há apenas a plataforma oficial.

"A sensação de que no Android há uma proliferação maior de aplicativo fraudulentos decorre da construção e dinâmica da plataforma. O segundo elemento que justifica essa tendência é o custo mais baixo dos aparelhos que rodam em sistema Android. Consegue-se atingir uma camada muito maior de pessoas e acessar pessoas com renda mais baixa, que podem não ter ciência dos riscos digitais", diz Rocha.

Dicas para não baixar apps falsos

O advogado dá algumas dicas para que você não use aplicativos falsos e tenha dor de cabeça depois:

  • Seja crítico; não saia clicando em qualquer conteúdo, consulte na fonte oficial qual o nome do desenvolvedor e cheque o volume de downloads do app;
  • Tenha um software de antivírus pago;
  • Instale ferramenta de apagamento remoto de dados no celular;
  • Tenha um aplicativo de localização dos seus dispositivos;
  • Faça cadastro em serviço de proteção de crédito;
  • Troque senhas com recorrência e não use a mesma senha em mais de uma plataforma.
Em nota ao UOL, a Caixa disse que "em parceria com outros órgãos de governo, Polícia Federal e com as próprias lojas de aplicativos, monitora e atua continuamente para bloquear e desativar os serviços falsos. O banco esclarece ainda que disponibiliza orientações de segurança em seu portal da internet".
Segundo a Caixa, os canais para saque dos benefícios e consulta de informações são: aplicativo Caixa Tem, terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, além das agências da Caixa, que voltam ao horário normal de funcionamento no dia 23 de novembro.
Além disso, o beneficiário poderá consultar a disponibilidade do seu benefício pelo novo App Auxílio Brasil ou ligando para o Atendimento Caixa ao Cidadão, no telefone 111.
PUBLICIDADE