PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Mídia e Marketing

Cannes: Nobel da Paz, Malala pede que marcas apoiem jovens ativistas

Divulgação/Cannes Lions
Imagem: Divulgação/Cannes Lions

Karan Novas

Colaboração para o UOL, em Cannes (França)

24/06/2022 15h43

Malala Yousafzai, pessoa mais jovem a ganhar um Prêmio Nobel, quanto tinha apenas 17 anos, esteve no festival de Cannes deste ano para receber o LionHeart, prêmio especial direcionado àqueles que geram grande impacto positivo no mundo por meio de suas ações.

A paquistanesa também subiu ao palco do evento de criatividade mais importante do mundo para falar sobre educação e o poder das histórias.

A Nobel da Paz destacou a plataforma Assembly, que dá espaço para que jovens mulheres dividirem suas experiências e problemas com outras ao redor do mundo, pedindo que todos (inclusive marcas) ajudem a espalhar o conteúdo e dar suporte às causas.

"Para tentar fazer essa mudança acontecer, temos que fazer mais. Então, estou tentando encontrar novas maneiras de espalhar essas mensagens e levar a voz dessas meninas e mulheres mais além", disse.

"Este é o momento de apoiar jovens ativistas para defender a natureza, o direito à educação e lutar por inclusão e diversidade para um futuro melhor", afirmou.

Malala também falou sobre como educação é um ponto fundamental de transformação. "Educação é um estado de privilégio, que muitas garotas não têm acesso. Hora pelo extremismo que elas estão enfrentando, hora por razões culturais, de infraestrutura e tantas outras".

Veja um trecho do debate:

Mídia e Marketing