PUBLICIDADE
IPCA
0,67 Jun.2022
Topo

Mídia e Marketing

Lula é o convidado do UOL Entrevista nesta quarta, às 10h, ao vivo

Do UOL, em São Paulo

26/07/2022 13h57

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o convidado do UOL Entrevista desta quarta-feira (27), às 10h. O programa será transmitido ao vivo pelo Canal UOL e pelas páginas do UOL no YouTube, Facebook e TikTok.

Lula concorre pela sexta vez à Presidência da República e lidera as pesquisas de intenção de voto na disputa com o presidente Jair Bolsonaro (PL), segundo colocado.

De acordo com o Agregador de Pesquisas do UOL, Lula tem 43% contra 32% de Bolsonaro. Nas pesquisas divulgadas nesta semana, o ex-presidente aparece com 44% contra 35% (Ipespe) e com 44% a 31% (FSB).

A entrevista será conduzida pelo colunista Kennedy Alencar e contará com a participação dos também colunistas Alberto Bombig e Carla Araújo.

Lula nasceu em Garanhuns (PE), em 1945. Aos 7 anos, migrou com a mãe e os irmãos para São Paulo, viajando em um caminhão pau-de-arara. Trabalhou como engraxate, pintor e vendedor no Guarujá, no litoral paulista.

A projeção nacional começou em 1977, como líder sindical no movimento grevista na região do ABC.

Em abril de 1980, Lula foi preso por comandar as paralisações. Enquadrado na antiga Lei de Segurança Nacional pela ditadura militar, passou um mês na sede do Dops (Departamento de Ordem Política e Social), em São Paulo.

No mesmo ano, ele fundou o Partido dos Trabalhadores, do qual foi o primeiro presidente. Teve participação de destaque no movimento das Diretas Já. Em 1986, foi eleito deputado federal e participou da Assembleia Nacional Constituinte.

Lula se candidatou a presidente em 1989, 1994 e 1998, disputas nas quais saiu derrotado. Em 2002, venceu a corrida pelo Palácio do Planalto. Em 2006, o petista foi reeleito presidente da República. Em 2010, ele concluiu seus mandatos com 80% de aprovação e conseguiu transferir sua popularidade para Dilma Rousseff, a primeira mulher a ser eleita presidente da República.

Em abril de 2018, acusado de corrupção, ele foi preso pela Operação Lava Jato. A condenação em instância colegiada, pelo TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), o impediu de participar na eleição presidencial daquele ano com base na Lei da Ficha Limpa. O petista passou 580 dias na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Foi solto em 8 de novembro de 2019 após nova interpretação do STF (Supremo Tribunal Federal), que proibiu a prisão imediatamente após condenação em segunda instância.

Em 2021, a maioria do Supremo anulou as condenações contra Lula no âmbito da Lava Jato, considerando que ele não teve um julgamento justo da parte do então juiz Sergio Moro e que a 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha competência para julgá-lo. A decisão do STF devolveu os direitos eleitorais a Lula.

Trajetória de Lula

Mídia e Marketing