IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Morre João de Castro Marques, fundador da Cimed, aos 74 anos

João de Castro Marques - Reprodução/Instagram
João de Castro Marques Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

29/10/2022 17h04

A farmacêutica Cimed anunciou que o seu fundador, João de Castro Marques, morreu na manhã de hoje aos 74 anos. A morte, segundo a empresa, foi de causas naturais.

"João foi exemplo de pai, esposo e líder, deixando um forte legado por tudo o que realizou em prol da saúde e bem-estar de todos os brasileiros em mais de 60 anos de profissão", informou a companhia, em nota, divulgada nas redes sociais.

Em seu perfil, no Instagram, João Adibe, presidente da Cimed, se despediu do pai.

"Na manhã deste sábado, a minha vida se transformou para sempre. O meu herói, o homem que me educou e me deu espaço para ser quem eu sou, descansou. Estou profundamente triste, me sentindo sozinho, ainda sem entender tudo o que está acontecendo. Meu pai, cercado de afeto em sua casa, simplesmente parou de respirar ao acordar. Tudo foi muito rápido e discreto", escreveu.

"Nada do que escreva aqui vai traduzir o meu profundo sentimento de gratidão a esse homem, meu amor e nem o tamanho da minha saudade. Pai, eu te amo e te levo vivo em mim, em meu coração para sempre. Muito obrigado por tudo."

A Cimed é considerada a terceira maior fabricantes de medicamentos genéricos do Brasil.

Em 2020, atingiu vendas de R$ 2 bilhões, sendo 65% vindas dos medicamentos e 35% de outros produtos de consumo, como vitaminas e itens de higiene e beleza. Para este ano, Adibe acredita que a empresa vai chegar a R$ 2,3 bilhões. Já em 2023, a ideia é chegar ao terceiro bilhão.