IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

OPINIÃO

'Celeuma' com BC é teatro e prejudica o país, diz senador do PSDB

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/02/2023 19h07Atualizada em 15/02/2023 20h00

Os debates recentes entre Lula (PT) e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sobre a alta taxa de juros só tendem a prejudicar o país, segundo o senador Plínio Valério (PSDB-AM).

Durante participação na edição das 18h do UOL News de hoje, o senador afirmou que a discussão não traz ganhos para a população.

"Esse problema só tem a prejudicar o país. Não ganha Lula, não ganha Roberto [Campos Neto], perdemos todos nós. A inflação está aí ameaçando, como sempre ameaçou, e alguém tem que cuidar disso. E é o BC que cuida", afirmou.

O senador do PSDB também criticou as campanhas que alguns membros do PT vêm fazendo na internet para que o Banco Central diminua os juros, classificando os atos como "de uma ignorância sem tamanho".

"É uma celeuma criada desnecessariamente pelo presidente Lula, que tem que descer do palanque. O presidente Lula está vivendo ainda em 2202. Ele pensa que é como ele assumiu em 2002, que a economia mundial estava numa boa e ele teve muitos votos. Agora ele ganhou por pouquinho", disse.

Teto de gastos, Lira e Bolsonaro

Durante participação no UOL News, o colunista do UOL Leonardo Sakamoto afirmou que os Três Poderes da República ajudaram a furar o teto de gastos nos últimos anos.

Hoje, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a âncora que substituirá o teto de gastos —a regra atual que limita o crescimento das despesas à inflação— deve ser "razoável", "equilibrada" e "moderada".

"O teto de gastos é um queijo suíço, é uma ficção de mau gosto. O teto de gastos não foi respeitado. O governo Bolsonaro, do qual o presidente Lira foi partícipe, não respeitou teto de gastos, aprovava a torto e a direito o desrespeito a isso", opinou Sakamoto.

Sakamoto: Bolsonaro como inspiração para golpista

Ainda durante o UOL News, Sakamoto comentou a carta redigida por George Washington de Oliveira —que colocou artefato explosivo em uma área de acesso ao Aeroporto Internacional de Brasília— ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

"O terrorista que tentou explodir o Aeroporto de Brasilia aponta Bolsonaro como inspiração para tal ato. Há momentos que o obvio precisa vir por escrito para que algumas pessoas entendam. Pregar golpe gera golpismo, incitar violência produz morte", afirmou Sakamoto.

***

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em três edições: às 8h, às 12h e às 18h. O programa é sempre ao vivo.

Quando: de segunda a sexta, às 8h, às 12h e 18h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa: