IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

OPINIÃO

Josias: Fim da isenção é incontornável, sob pena de virarmos país da muamba

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/04/2023 09h22

Josias de Souza defendeu o fim da isenção de impostos sobre encomendas postais de até US$ 50, como propõe o governo.

Não há influenciador que possa ajudar o governo nessa matéria. A cobrança do tributo é incontornável, sob pena de virarmos o país da muamba. O que está acontecendo hoje é contrabando. Digital, mas contrabando. É uma ilegalidade que precisa ser corrigida. É uma providência que precisa ser tomada e é impopular, mas por vezes o governo precisa tomar providências que são impopulares. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias chamou a atenção para um fato peculiar: a decisão do governo colocou do mesmo lado Janja e Luciano Hang, dono da Havan. Curiosidades à parte, o colunista reforçou que o sucesso da nova regra fiscal proposta pelo ministro Fernando Haddad depende de medidas como esta, que garantam uma maior arrecadação de impostos.

Hoje se estabeleceu uma concorrência desleal com os varejistas brasileiros, que pagam imposto e empregam aqui. Em última análise, não se pode desconsiderar que, ao favorecer esse contrabando digital, favorece-se também a mão de obra subremunerada e com direitos aviltados na China. A tributação precisa ser feita e é impopular, mas o governo tem que arrostar essa impopularidade. O êxito da nova âncora fiscal depende do aumento de arrecadação. Josias de Souza, colunista do UOL

Calejon: Lula se posiciona de forma corajosa ao defender Banco dos Brics

Ao analisar o discurso de Lula na cerimônia de posse de Dilma Roussef no Banco do Brics, o jornalista Cesar Calejon considerou "incisiva e corajosa" a postura do presidente ao defender o uso da instituição e de uma moeda própria do grupo no comércio.

Faz todo o sentido. Muito além de um banco, há uma estrutura que se diz multilateral, mas que na verdade serve aos interesses e às agendas específicas dos países que estão no cerne desse ordenamento global, que está em plena transição. Há um processo de reorganização geopolítica global e da forma como a governança é exercida no país. O Lula se posiciona de uma maneira bastante incisiva e corajosa. Cesar Calejon, jornalista

Josias: Lula exibe maestria na diplomacia presidencial em 1ª fala na China

Josias de Souza elogiou as primeiras declarações de Lula na China. O colunista destacou que o presidente reforça sua imagem de líder regional ao incluir a Argentina em seu discurso e criticar a ação do FMI (Fundo Monetário Internacional) em relação aos países em desenvolvimento.

O primeiro discurso do Lula na China deve ser entendido em duas dimensões. Em uma, ele colocou sob holofotes a costura de acordos comerciais bilaterais que excluam o dólar como forma de pagamento. Na outra, ele exerce com muita maestria e diplomacia presidencial ao incluir a Argentina em seu discurso e distribui caneladas em instituições como o FMI. Josias de Souza, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em três edições: às 8h, às 12h e às 18h. O programa é sempre ao vivo.

Quando: de segunda a sexta, às 8h, às 12h e 18h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa:

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL